Os produtos JEUNESSE

Jeunesse é uma empresa de vendas diretas norte-americana, fundada em 2009 e já presente em mais de 140 países, com sede em Orlando / Flórida, que desenvolve e oferece soluções anti-aging (antievelhecimento) através de produtos cosméticos e nutricionais, e que chegou ao Brasil oficialmente em abril de 2016.

QUAIS SÃO SEUS PRODUTOS?

Seus produtos cosméticos e nutricionais se destacam pelas exclusivas e patenteadas tecnologias envolvidas em sua fabricação.

A Jeunesse investe milhões de dólares em pesquisas com fatores de crescimento de célulastronco da gordura humana, e utiliza esses fatores de crescimento, que são uma espécie de sinais de comunicação celular, na concepção de alguns de seus produtos.

Ou seja, os produtos Jeunesse promovem a reparação e o rejuvenescimento da sua pele e do seu organismo a nível celular, de dentro pra fora, e também aprimoram sua parte estética, de fora pra dentro, com diversos e incríveis resultados testados e aprovados.

Assim, todos eles são concebidos com o objetivo de ajudar a pessoa a se manter jovem por meio de soluções vitais:

  • Rejuvenescer sua aparência, através da linha Luminesce
  • Aumentar sua força e desintoxicar seu organismo, com o Vidacell
  • Defender suas células com o antioxidante Reserve
  • Equilibrar seu metabolismo, com a linha Zen
  • Reforçar a energia saudável, com a linha Nevo
  • Maquiar e, ao mesmo tempo, tratar a pele, com a Linha NV

Para conhecer detalhes de cada produto, e sua composição, basta clicar sobre o nome de cada um, e será direcionado ao site oficial da Jeunesse.

Neste rápido vídeo, com pouco mais de 10 minutos, você vai saber mais sobre os produtos Jeunesse, suas vantagens e benefícios para a nossa saúde.

Recomendo uma visita à loja virtual oficial: https://julioafilho.jeunesseglobal.com/

E, caso queira esclarecer alguma dúvida, basta fazer um comentário que responderei com o maior prazer.

O lugar mais cruel da Terra

Situado entre a Etiópia, a Eritreia, o Djibuti e o mar Vermelho, o deserto salgado de Danakil é de uma beleza deslumbrante. E também o mais parecido ao inferno.

Por Juan Manuel García Ruiz

Mais quente que as cavernas que escondem os cristais gigantes de Naica. Mais irrespirável que os gêiseres de Yellowstone ou de Tatio. Mas, neste deserto salgado 120 metros abaixo do nível do mar, a Terra usou a melhor de suas paletas para criar uma inimitável paisagem de formas minerais. É o inferno de Dallol, na Etiópia.

Na superfície do continente africano, a geologia desenha um enorme Y. Isso porque a crosta oceânica emerge à superfície abrindo falhas titânicas que se alargam a velocidades imperceptíveis e que, quando alagadas, se transformam em mares. Duas dessas falhas começaram a se formar há 30 milhões de anos e hoje são o mar Vermelho e o golfo de Áden. A terceira, o pé do Y, começou um pouco antes, mas talvez não siga adiante. Mesmo assim, já deixou uma imensa marca que sobe desde a Tanzânia através do Quênia e da Etiópia. É o chamado Vale do Rift. No ponto de união dessas três falhas se encontra um deserto de sal, a chamada depressão de Danakil, uma área de mais de 100 quilômetros quadrados que, à primeira vista, parece um interminável tapete de sal, mas que esconde fascinantes fenômenos minerais e – quem sabe – também as respostas a perguntas cruciais sobre a natureza da vida.

Formações hidrotermais no topo do Dallol, uma mistura de água quente, magma e minerais. O ar cheira a enxofre e, ao amanhecer, a temperatura ultrapassa os 30 graus. OLIVIER GRUNEWALD

Na realidade, o Danakil não está coberto por um tapete, mas por um manto de sal de dois quilômetros de espessura depositado durante as sucessivas ocasiões em que o mar Vermelho invadiu essa depressão, nos últimos 200.000 anos. Sob essa camada salina existe um magma quente que tenta alcançar a superfície. A jazida de sal, elástica e impermeável, resiste às investidas magmáticas, mas acabou por se romper, deixando sair os líquidos, vapores e gases presos em seu interior. A colina criada pelo impulso do magma e moldada pela mineralização é conhecida como Dallol, um lugar que os afar, os habitantes da região, acreditam ser o lar de um espírito maligno.

Mulheres da etnia afar. O povo afar é considerado um dos mais belos da África.

A subida ao Dallol é feita por uma encosta cor de chocolate. Ao amanhecer, a temperatura já supera os 30 graus. A paisagem é árida. Não há rastro de vida. O ambiente que se respira é inquietante, pelo aroma de enxofre e pela presença dos soldados etíopes que nos escoltam nesta insegura fronteira com a Eritreia.

O Dallol é um campo hidrotermal sem igual. Por todo lado há fontes termais de onde jorra água fervente. Essa água é na verdade uma salmoura supersaturada. Quando brota, todo esse sal excedente se cristaliza formando pilares que inicialmente são de um branco brilhante e puro. A acidez das águas é brutal, quase 500 vezes maior que a do limão. Depois do sal, quando a temperatura da água baixa algumas dezenas de graus, o enxofre se condensa, pintando de amarelo fluorescente os pilares inativos. As águas ácidas empoçam graças a represas construídas pela cristalização do próprio sal. O ferro, em contato com o oxigênio da atmosfera, oxida-se reduzindo o pH até o valor mais baixo já encontrado em meio natural, quase 10.000 vezes mais ácido que o limão.

As sucessivas mineralizações causadas pela oxidação tingem as águas de cores vibrantes, do verde limão ao verde jade, do laranja ao vermelho, os ocres e chocolates. Você anda sobre uma crosta de sal que sabe que é oca e quebradiça. Percebe que debaixo dos pés há algo que ameaça sair à superfície. O borbulhar intimidador que se ouve e se sente sob o chão ardente por onde escapam gases e vapores faz medir cada passo. Esse vapor de água salgada constrói estruturas de fina crosta que parecem ovos de sal. Quando as fontes termais brotam sob a água empoçada, a salmoura se cristaliza formando uma tubulação pela qual chega até a superfície. Ali precipita uma crosta circular em volta do escoadouro criando belas estruturas em forma de cogumelo que parecem nenúfares flutuando sobre águas multicoloridas.

O professor García-Ruiz, autor desta reportagem, coleta água a mais de 100 graus em uma chaminé hidrotermal. OLIVIER GRUNEWALD

Se a tudo isso quiserem chamar de arte, ressaltemos que se trata de arte efêmera. Tudo é fugaz no Dallol, como cabe à extraordinária geodinâmica da região. Tudo é cambiante. As áreas que ontem estavam tranquilas hoje apresentam uma atividade inquietante. As fumarolas que ontem fumegavam a oeste hoje o fazem a leste. As flores de sal que reluziam brancas hoje estão amarelas e, depois de amanhã, vermelhas. E desaparecerão para germinar em outros lugares.

A poucos quilômetros daqui apareceu um incipiente campo de fumarolas e fontes termais. Foi ao lado de uma lagoa chamada “negra” cheia de uma solução saturada de sal de magnésio. Levamos toda uma tarde para colher amostras da lagoa, porque cair nela seria morte certa. A água está a 70 graus centígrados e sua concentração é tão alta que tem uma consistência de gel, do qual deve ser impossível sair. Alguns quilômetros a sudeste formou-se outra lagoa, chamada “amarela”, mortalmente bela, decorada com nenúfares de sal e cercada de cadáveres de aves iludidas pelo demônio do Dallol, que exalam um odor repugnante.

Os militares que nos escoltam receberam a ordem de abandonar acampamento. A fronteira está cheia de bandidos à espreita e o cânion de sal que nos fornece a irrisória, mas única sombra existente nos arredores é um lugar difícil de defender pelos jovens soldados que nos guardam. Descemos às pressas do Dallol para recolher os laboratórios e nossos pertences. Um caminhão militar transfere o acampamento a um lugar aberto, com visibilidade de 360 graus, de onde vemos até as tranquilizadoras luzes do povoado de Ahmed Ela. Aqui, toda manhã, despertamos contemplando a passagem das caravanas de camelos que os cristãos tigray conduzem para o salar, onde os afar – muçulmanos – cortam os blocos de sal que carregarão de volta até Berhale.

Cada manhã é idêntica para eles há séculos. É sua fonte de riqueza. Um trabalho duríssimo, anacrônico, que realizam com ferramentas ancestrais sem o mínimo amparo do sol e do sal. Um despropósito que hoje só se justifica pela beleza e pela natureza épica. Vendo-os passar você tem a certeza de que o mineral não é a única coisa instável no Dallol. O passado dessa gente dura, elegante e orgulhosa dependeu de sua habilidade de extrair a riqueza desse sal que carregam, mas seu futuro está sujeito a sua capacidade de controlar a extração de outros sais, de outros metais que puseram este deserto na mira de grandes mineradoras.

Em algumas ocasiões, no Dallol, o sulfeto entra em combustão e produz uma chama azul visível à noite. OLIVIER GRUNEWALD

Além da beleza, que por si só justifica o estudo e a conservação desse museu mineral, o Dallol é importante por duas razões. A primeira é saber até que ponto esse inferno está deserto ou se, pelo contrário, foi colonizado por uma vida microbiana que a cada dia se revela mais universal. Buscar sinais dessa existência em condições extremas de acidez, salinidade e temperatura é a principal tarefa de Purificación López-García e de sua equipe de microbiólogos do Centro Nacional para a Pesquisa Científica (CNRS), da França, e da Universidade de Paris Sul.

Determinar os limites físico-químicos da vida na Terra nos permitiria ampliar o tipo de ambientes onde se poderia procurar vida em outros planetas e nos ajudaria a conhecer melhor os primeiros estágios da vida na Terra, quando sua superfície deve ter sido menos hospitaleira que agora. Por outro lado, suspeita-se que nesses ambientes químicos extremos existam estruturas minerais autoorganizadas que podem ter desempenhado um papel crucial na Terra primitiva, quando a vida ainda não havia aparecido sobre um planeta que estava brincando de criar as moléculas orgânicas que a tornariam possível.

Temos esperança de que esta terra de Lucy, a australopiteco que iluminou a origem do homem, também revele segredos sobre a origem da vida.

Dallol é um dos locais mais quentes do planeta, com temperaturas que já ultrapassaram 60°C!

Fonte:

elpais.com

PARA UMA APARÊNCIA MAIS JOVEM E RADIANTE.

A linha de cuidados da pele Luminesce® melhora a aparência de linhas finas e rugas, revelando o brilho único da sua pele. Desenvolvida por dermatologista, essas fórmulas hidratantes mantêm a aparência de sua pele mais jovem, suave e macia.

Linha Luminesce™ é uma linha de cosméticos antienvelhecimento desenvolvida por dermatologistas, exclusiva e inovadora, que melhora a aparência de linhas finas e rugas, bem como devolvem o brilho, a tonicidade e a jovialidade da sua pele. 

Todos os produtos da linha de cosméticos Luminesce™ possuem a exclusiva tecnologia APT-200, que consiste em mais de 200 fatores de crescimento de células-tronco humanas. 

Estes fatores de crescimento são sinais químicos de comunicação celular, liberados por células-tronco que, em contato com a pele, interagem com suas células de forma a melhorarem seu desempenho em diversas funções.

OS PRODUTOS DA LINHA LUMINESCE SÃO

  • Luminesce cellular rejuvenation serum: Diminui a aparência de linhas finas e rugas para uma aparência jovem. Uma pele mais hidratada para você se sentir mais bonita. Renova a pele para uniformizar o seu tom
  • Luminesce cellular rejuvenation serum: Nutre e protege o seu brilho radiante durante todo o dia. Essa leve loção facial protege e hidrata para manter a pele vibrante e bonita
  • LUMINESCE™ advanced night repair: Cuide da sua pele enquanto você dorme. Formulado com APT -200 ™ e hidratantes, esse creme hidratante noturno restaura a luminosidade ao mesmo tempo em que reduz a aparência de linhas finas para uma aparência mais jovem.
  • LUMINESCE™ youth restoring cleanser: Limpa a pele suavemente para remover detritos e impurezas. Esfolia para revelar uma pele mais jovem e mais suave. Prepara a pele para aumentar a eficácia do tratamento de beleza Luminesce.
  • LUMINESCE™ essential body renewal: Hidrate a sua pele com esta loção corporal luxuosa. Esta fórmula leve e enriquecida com nutrientes proporciona hidratação durante todo o dia. Formulada com APT- 200, esse hidratante não oleoso ajuda a manter o seu brilho jovem da cabeça aos pés
  • LUMINESCE™ ultimate lifting masque: Esfolia para uma limpeza mais profunda e mais completa. Ilumina para uma aparência mais jovem da pele
  • LUMINESCE™ FLAWLESS SKIN BRIGHTENER: Tenha uma pele perfeita com esse gel clareador único. Destaque para o nosso exclusivo APT-200, essa fórmula hidratante inclui ingredientes que reduzem a aparência de hiperpigmentação, e refina a aparência de poros para uma pele com aparência saudável e clara. Veja melhorias notáveis com esse gel altamente eficaz.

COMO USAR A LINHA LUMINESCE DA JEUNESSE

O tratamento possui três etapas, mais uma solução para o corpo e uma máscara de lifting que deve ser aplicada uma vez por semana. Veja os detalhes de cada etapa e seus ativos:

Passo 1: Luminesce Youth Restoring Cleanser – Efetiva a hidratação natural da sua pele enquanto desintoxica profundamente dentro das células. Tem a função de purificar e preparar a pele para os tratamentos que aumentam a juventude e combatem os efeitos do tempo. Os ingredientes são cuidadosamente formulados para manter nutrientes e umidade necessárias para apoiar o processo de renovação celular.

Passo 2: Luminesce Cellular Rejuvenation Serum – Atua ao nível molecular. Trata-se de um produto de rejuvenescimento diferente de qualquer outro. Este soro de seda tem o nosso maior percentual de fatores de crescimento e complexo para a renovação celularcontabilizando 200 fatores de crescimento em um só produto, onde na concorrência o máximo até hoje foram 8 fatores de crescimento. Usa-se duas vezes por dia, após uma limpeza com o cleanser. Possui um ótimo rendimento.

Passo 3 (dia) – Luminesce Daily Moisturizing Complex – É oil-free. Trata-se de um creme antirrugas e antienvelhecimento que pode ser usado durante o dia. Possui um complexo hidratante com extrato de maçã, lentilha e extratos de melancia para hidratação intracelular, extratos de algas vermelhas e algas verdes para manter a elasticidade da pele. Refresca funções celulares para uma aparência mais jovem.

Passo 4 (noite) – Luminesce Advanced Night Repair – Atua diretamente nas rugas finas e marcas de expressão. Corrige danos do passado enquanto você dorme. É rico em vitaminas e antioxidantes poderosos, que protegem as membranas celulares dos danos dos radicais livres. Aumenta a hidratação intracelular em 85% em apenas duas semanas.

Corpo – Luminesce Essential Body Renewal – Serve para a pele do corpo, proporcionando a hidratação final e atenção celular necessárias diariamente. Propõe a renovação do corpo, nutrindo a pele suavemente, restaurando e amaciando todos os tipos de pele, principalmente nas áreas ásperas e secas. É um anti envelhecimento corporal.

Lifting – Luminesce Ultimate Lifting Masque – Tem efeito imediato sobre a pele. Proporciona um levantamento final e a redução das linhas finas e rugas. Deve ser usado uma vez por semana apenas, pois é um produto complexo e dinâmico para a restauração da estrutura da pele.

O vídeo abaixo explica didaticamente como usar:

DICAS IMPORTANTES para manter a pele saudável:

  • Cuidados como a alimentação, por exemplo, a ingestão frituras não é uma boa. O ideal é procurar fazer uma dieta balanceada, ingerir bastante fibra para o bom funcionamento dos intestinos, não esquecendo também da água que é super importante tanto para digestão das fibras como para a hidratação da pele, esses cuidados ajudarão a manter sua pele livre do acúmulo de gorduras e impurezas
  • Cuidar do emocional, nada pior do que o estresse, ansiedade, tristeza, sono irregular. Imagina tudo isso refletido na pele, o resultado será uma tonalidade opaca, sem viço, com manchas causadas muitas vezes por cutucar aquele cravo ou espinha sem nem perceber, pelo estado emocional frágil que nos encontramos.
  • Cuidado com as toxinas em certos tipos de medicamentos, por isso, tente fazer uso de medicamentos naturais como fitoterápicos, chás, óleos essenciais etc. Esses medicamentos, além de ajudar com os problemas de saúde, auxiliam também no estado de saúde e beleza da pele.
  • Vícios como tabagismo, álcool, nos deixam bem longe de ter uma pele perfeita. Tudo que reflete em nossa pele vem de dentro. O melhor investimento que teremos na vida é aquele que investimos em nós mesmos mas antes devemos ter consciência de que sem os cuidados e a mudança de hábito, nenhum tratamento externo funciona plenamente, para isso tudo deve estar em sincronia e a exclusiva tecnologia APT-200 da jeunesse, interage com suas células de forma a melhorarem seu desempenho em diversas funções.

PARA ENCERRAR

Para que se tenha um retorno satisfatório, é necessário o uso diário de uma linha completa que seria o gel de limpeza, que vai limpar profundamente a pele para que ela receba com mais eficiência os tratamentos (Luminesce Youth Restoring Cleanser), em seguida (Luminesce Cellular Rejuvenation Sérum). Se for de manhã (Luminesce Daily Moisturizing Complex) com filtro solar, e para noite (Luminesce Advanced Night Repair). O uso do sérum separadamente infelizmente não tem o poder de proporcionar o efeito que esperamos porque a pele precisa de uma limpeza mais profunda, um lifting mesmo e isso é o que acontece quando usamos o (Luminesce Youth Restoring Cleanser).

Esse tratamento deve ser mantido por algum tempo para se ter um retorno satisfatório. Segundo a Jeunesse, com dois meses já se tem um bom resultado.

Vou deixar aqui o site da empresa, para cadastro: https://julioafilho.jeunesseglobal.com/pt-BR/luminesce

Com seu cadastro no site, você vai poder poder tirar todas as suas dúvidas a respeito de todos os produtos diretamente com atendentes do Call Center da Jeunesse, além de poder comprar os produtos em até 3 X sem juros no cartão, recebendo-os em casa.

Fontes:

Jeunesse

belezainterativa.com

Naära® – A Beleza começa de dentro.

À base de colágeno duplamente hidrolisado, l-cisteína, rico em zinco, rico em vitaminas C, B6, B12, niacina e ácido pantotênico. Mix de 6 frutas desidratadas: tangerina, açaí, acerola, morango, amora e framboesa. Aroma natural de tangerina. Sem glúten.

Este nutricosmético realça sua beleza de dentro para fora, cabelos, unhas e pele ficam mais bonitos e resistentes.

Benefícios do Naara Jeunesse
Os cabelos ficam mais bonitos, brilhosos e diminui drasticamente a queda de cabelo. Sua pele fica mais firme e mais bonita, prevenindo a flacidez e rugas, retardando o envelhecimento. Protege os ossos e as articulações. Suas unhas ficam mais fortes. Combate celulite e estrias.

Como Usar o Naara Beauty:
Você poderá tomar o Naara Drink Beauty a qualquer hora do dia, basta dissolver uma medida e meia com 200ml de água, (essa medida vem dentro do pote, para achá-la pegue um garfo e procure em meio ao produto).

Dica: para melhor dissolver, coloque água na temperatura ambiente, e após misturar, adicione 2 pedras de gelo e saboreie essa deliciosa bebida da beleza no sabor Tangerina.

Cada pote de Beauty Drink contém 270g e rende 18 porções.

Para comprar seu produto e mais informações, acesse meu site:
https://julioafilho.jeunesseglobal.com/

Conheça a Harpia…

…Uma ave tão grande que algumas pessoas acham que é alguém fantasiado

Na mitologia grega, conta-se que, nos céus da antiga Grécia, voavam seres amedrontadores que possuíam rosto de mulher e corpo de águia, além de belos seios para distrair os homens desavisados. Esses seres voavam a grandes velocidades, possuíam olhos mais apurados que os das águias e eram capazes de cortar um homem ao meio com suas poderosas garras.

Eram as Harpias.

Na história de Jasão, as harpias foram enviadas para punir o cego rei trácio Fineu, roubando-lhe a comida em todas as refeições.

Esses estranhos seres também aparecem numa história do Tio Patinhas, criada pelo genial Carl Barks em 1955 e publicada no Brasil com o título “Em Busca do Velo de Ouro”.

Carl Barks gostava tanto desse mito que, mais de 20 anos depois de criar essa aventura, fez uma tela a óleo retratando a harpia ameaçando os pobres patos.

Mas existe uma harpia na vida real. E aqui mesmo no Brasil!

Não parece mesmo alguém vestindo uma fantasia?

A nossa harpia, também chamada de gavião-real, é considerada a maior e mais poderosa águia do mundo. É uma ave de rapina impressionante, as fêmeas pesam pouco mais de 9 kg e alcançam uma envergadura de até 2 metros.

Suas garras são maiores que as de um urso-pardo, com unhas de até 7 cm de comprimento.

A harpia é rápida e possante em suas investidas. É tão forte fisicamente que consegue erguer um carneiro sem maiores dificuldades. Ela voa alternando rápidas batidas de asa com planeio. Tem um assobio longo e estridente e, nas horas quentes do dia, costuma voar em círculos sobre florestas e campos próximos.

As harpias conservam energia se empoleirando silenciosamente, vendo e ouvindo por longos períodos de tempo. 

É uma predadora especializada na captura de macacos, bugios e bichos-preguiça, por vezes capturando animais com o peso/tamanho da própria ave. É uma águia florestal muito rara, encontrada na região amazônica e em alguns pequenos trechos de Mata Atlântica.

Sua alimentação é composta de animais de porte médio, como outras aves, macacos, preguiças e até macacos maiores, como o bugio.

É uma ave feroz. Orgulhosa. Majestosa. Com um brilho de aço nos olhos que praticamente diz: “É melhor você não mexer comigo, garoto, eu como pessoas como você no café da manhã.”

Fontes:

avesderapinabrasil.com

Wikipedia

Bored Panda


Gírias antigas e o que significam

Gírias são palavras criadas para serem usadas como sinônimos mais populares para palavras já existentes. Cada década teve suas gírias mais marcantes e que hoje perderam o sentido. Afinal, com as redes sociais, praticamente a cada dia surge uma gíria nova…

O que eu acho legal, no uso da gíria, é a transgressão – as pessoas transgridem a norma “culta” pra se comunicarem de forma mais eficiente. E, claro, há o fato do modismo, e se a pessoa não usa, não se insere no meio. “Lacrar”, por exemplo.

A nossa língua, aliás, acho que qualquer língua, é viva e é influenciada pelo ambiente, pelos costumes, por aquilo que vem de fora. A norma padrão demora mais para se modificar, mas isto não quer dizer que ficará sempre igual. Só acho difícil ela assimilar os padrões da internet, com suas abreviações tipo “kd”… Duvido que um juiz vá colocar na sua sentença o “vc”…

Quer saber um pouco sobre as gírias antigas, muito antes das redes sociais? Vou replicar aqui o resumo de uma matéria e pesquisa muito legais da Thaís Stein, bacharel em Publicidade e Propaganda, e que foi publicada no http://www.dicionariopopular.com.

Quando alguma coisa é muito boa!

Bafafá

É o mesmo que confusão ou bagunça.

Barbeiro

É um motorista ruim, que não sabe dirigir direito.

Chá de cadeira

Tomar um chá de cadeira é o mesmo que ter que ficar esperando por muito tempo.

De lascar o cano

É o mesmo que dizer que algo é muito ruim.

Quando uma coisa é muito antiga… como esta gíria.

Boa pinta

É o mesmo que dizer que a pessoa é bonita, de boa aparência.

Broto

É o mesmo que garota bonita.

Bulhufas

Significa o mesmo que nada, coisa nenhuma.

Cafona

Uma coisa cafona é algo fora de moda, brega.

Significa que algo ou alguém é de se admirar. Foi popularizada pelo Roberto Carlos nos anos 1960. “Ele era uma brasa, mora!”

Fogo na roupa

É o mesmo que uma situação ou pessoa complicada.

Lelé da cuca

Uma pessoa lelé da cuca é alguém doido, maluco.

Da mesma forma que você diria “porra”

Chacrinha

É o mesmo que conversa fiada, sem objetivo.

Chato de galocha

Significa uma pessoa muito chata, insuportável. (conheço muitas…)

Entrar pelo cano

Significa se dar mal.

Grilado

É o mesmo que estar desconfiado de alguma coisa.

Patota

Uma patota é uma turma de amigos.

Da mesma forma que você diria “foda, isso aí”

Bode

Ficar de bode é o mesmo que estar de mau humor.

Viajar na maionese

É o mesmo que ficar imaginando coisas absurdas.

Pentelho

Significa o mesmo que pessoa muito chata, irritante. (tenho um sobrinho muito pentelho… e quem não tem?)

Antenado

Uma pessoa antenada é alguém que está por dentro das coisas, que entende.

Quando alguma coisa ou ideia sugerida está completamente errada

Azarar

É o mesmo que flertar.

Baranga

Significa “mulher feia”.

Bolado

É o mesmo que estar chateado ou bravo.

Bem, eu sei que tem muito mais, e se você se lembrar de algumas interessantes e divertidas, pode me mandar pelos comentários. Mas, atenção:

Hugo Boss criou os uniformes nazistas?

A consagrada grife de roupa alemã Hugo Boss vestiu os soldados de Adolf Hitler antes e durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Hugo Ferdinand Boss, fundador e dono da empresa, fabricou uniformes para diversas instituições nazistas, como a Juventude Hitlerista e a implacável e criminosa Schutzstaffel (SS), uma das organizações mais vis que já marchou sobre a terra.

A empresa foi fundada em 1924 tendo como foco a produção de uniformes para o governo alemão, o que incluía, por exemplo, fardamentos para o serviço de coleta de lixo e os correios. Como muitas outras companhias do ramo de confecção, a recém-criada marca fabricava (costurava) as mais diversas vestimentas a pedido do governo alemão.

Contudo, a empresa teria sua reputação manchada para sempre por ter feito uso de prisioneiros de guerra durante a Segunda Guerra Mundial, tendo o próprio fundador sido julgado em um tribunal.


Adolf Hitler e seus oficiais em meados de 1939, verificando por onde, durante a Segunda Guerra Mundial, as tropas alemãs marchariam. Créditos: Hugo Jaeger / Timepix/ Time Life Pictures / Getty Images.

As coisas mudaram para Hugo Boss a partir de 1928, com o crescimento do Partido Nazista, que cada vez mais necessitava de grandes estoques de roupas para vestir seus seguidores que, como notoriamente se percebe, andavam uniformizados.

Esse crescimento vertiginoso por fardamento fez a companhia de Ferdinand Boss se integrar às demais empresas que já produziam para o partido de Hitler, o NSDAP (“Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães”, em tradução).


Soldados da Leibstandarte-SS Adolf Hitler, 22 November 1938, Berlim. Créditos: autoria desconhecida / Arquivo Federal Alemão, ID.: 183-H15390.

Em 1931 Ferdinand, após se filiar ao Partido Nazista e firmar excelentes contratos, elevou significativamente seus lucros, principalmente a partir de 1938, quando a nação germânica definitivamente vestiu a farda para ir à guerra, fato que aconteceria em 1º de setembro de 1939 com a Invasão da Polônia.

Nesse ponto, que é delicado, residem fatos pouco conhecidos e de grande especulação sobre o envolvimento entre a companhia de roupas e o Nazismo. O que se referencia é que a filiação de Ferdinand ao Partido Nazista salvou a companhia de uma falência em 1931, fazendo-a se projetar fortemente ao mundo.


Karl Diebitsch e suas criações em porcelana. Diebitsch também criou o famoso sabre cerimonial dos oficiais da SS. Créditos: autoria desconhecida.

Diferentemente do que comumente se noticia, porém, os desenhos das vestes nazistas foram fruto, em sua maioria, do trabalho de outro alemão.

A autoria recai sobre Karl Diebitsch, um dedicado oficial da própria SS, que obteve grande êxito, pois produziu os uniformes mais elegantes da guerra, sendo muitas vezes considerados como os mais belos da história militar moderna.

Esse passado da empresa alemã desperta um gigantesco incômodo, ainda mais quando se descobre que seu próprio fundador utilizou prisioneiros de guerra, sobretudo franceses, poloneses e soviéticos, como mão de obra escrava para confeccionar os uniformes e também pertencia ao Partido Nazista.

Ao fim da guerra, Ferdinand foi julgado e condenado por associação ao regime Nacional-Socialista e por ter usado mão de obra escrava. Como condenação, recebeu ao menos uma pesada multa e perdeu temporariamente seu direito ao voto.

Lembrando, a Hugo Boss não desenhou, mas confeccionou os uniformes nazistas, incluindo os de seu líder.

Em 2011, a empresa Hugo Boss, mais uma vez, pediu desculpas publicamente pelo uso desumano de mão de obra escrava durante a Segunda Guerra Mundial. Quanto ao seu fundador, de acordo com as referências consultadas, não se pode afirmar se era ou não um membro fiel ao partido liderado por Adolf Hitler.


Hitler comemorando seus 50 anos de idade, em 20 de abril de 1939. Os uniformes representavam uma peça fundamental para a pompa da ideologia nacional-socialista Créditos: Hugo Jaeger / Life.

A estética dos uniformes nazistas até hoje impressiona. Apesar de todas as atrocidades e exploração que cercou o nazismo, o design dos uniformes é de primeira linha, e aparentemente o acabamento também era de primeira.

Fonte: incrivelhistoria.com.br, por Eudes Bezerra