Pelé na Família Trapo

Família Trapo foi um programa humorístico da Tv Record nos anos 60, quando ela era tão ou mais popular que a Globo de hoje. Todos os programas líderes de audiência eram da Record e os grandes nomes da música e da TV se fizeram lá: Hebe, Jô Soares, Golias, Roberto Carlos, Simonal, Caetano Veloso, Chico Buarque, etc etc.

O enredo do programa se desenvolvia em torno do Carlos Bronco Dinossauro, o Bronco, interpretada por Ronald Golias. Esse esquema foi imitado pela Globo,  que lançou  A Grande Família,  Toma lá dá cá e Sai de Baixo.

O nome Família Trapo foi inspirado da família von Trapp, do filme A Noviça Rebelde (The sound of music). Era uma família confusa e divertida, que vivia em volta do Carlos Bronco Dinossauro (Ronald Golias), que era irmão de Helena Trapo, a mãe (Renata Fronzi). Era o cunhado folgado. Tinha como sua vítima maior o seu cunhado Peppino Trapo (Otello Zeloni), o pai. Verinha, a filha (Cidinha Campos) e o filho Sócrates (Ricardo Corte Real) e o mordomo Gordon, que era o Jô Soares.

Os episódios giravam em torno do Bronco, que implicava com todos os componentes da família. Brincava com o Peppino Trapo, que a “..Itália era uma bota“. E ainda falava que tinha “… uma fazenda em Mato Grosso, que era imensa e que media 7m x 4m“. No especial em que aparece Pelé, que não é reconhecido por Bronco (que ainda por cima dá algumas dicas ao “Rei” de como jogar futebol), ele cantarola um hino fascista para irritar Zeloni. Este clássico episódio faz parte de um dos dois videos que sobraram da Família Trapo. O resto foi destruído em sucessivos incêndios na sede da TV Record.

O programa era líder de audiência, e recebia diversos convidados, como  Roberto Carlos, Elis Regina etc.

As apresentações eram “ao vivo”, e os improvisos iam “ao ar”, deixando o programa mais engraçado ainda. Num dos episódios, era a última cena do programa e o Golias dava um tiro, e o tiro falhou. Então, o Nilton Travesso, um dos diretores, entrou no palco e pediu ao público: dá para vocês rirem de novo ? Por que temos que dar este tiro de novo. A plateia era animada e enchia as dependências do Teatro Record – Consolação. Aliás, o povo aglomerado parava a rua da Consolação. Após um incêndio o programa passou a ser feito nos estúdios da TV Record (na avenida Miruna), e depois no Teatro Record-Centro,  atual Teatro Abril, em São Paulo. O programa foi líder de audiência no horário, durante três anos consecutivos.

  • Emissora: TV Record – Canal 7 de São Paulo (Rede Record)
  • Ano de Produção: 1967 – 1971 – Feito em preto e branco
  • Produção: Equipe “A” – TV Record – Antonio Augusto Amaral de Carvalho, Raul Duarte, Nilton Travesso e Manoel Carlos.
  • Autores: Carlos Alberto de Nóbrega e Jô Soares
  • Elenco: Ronald Golias, Otello Zeloni, Renata Fronzi, Jô Soares, Cidinha Campos e Ricardo Corte Real
Anúncios

3 pensamentos sobre “Pelé na Família Trapo

  1. Pingback: LA VOTACIÓN « O TRECO CERTO

  2. Pingback: Família Trapo « O TRECO CERTO

  3. Pingback: Família Trapo | O TRECO CERTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s