Eles foram ao banheiro… e a História mudou!

Uma simples ida ao banheiro pode significar mais do que ler as notícias do dia! Ela já salvou um presidente, acabou com um reino e ajudou numa grande descoberta.

A ida ao banheiro pode parecer um ato corriqueiro, seja para se aliviar quando está apertado, ou mesmo aquele momento tranquilo para ler a revista em quadrinhos atrasada ou se informar das notícias pelo celular…

Mas houve ocasiões em que o mundo mudou nesse momento! Veja alguns desses casos:

Uma pausa para usar o banheiro salvou a vida de Lyndon B. Johnson 

Lyndon B. Johnson foi o vice do presidente americano John Kennedy, assassinado no final de novembro de 1963, e assumiu o mandato logo em seguida. Mas, quando jovem, era um oficial da Marinha durante a Segunda Guerra Mundial. No dia 9 de junho de 1942, ele foi designado para pilotar o avião bombardeiro B26 Marauder, apelidado de “Wabash Cannonball”. Pouco antes da decolagem, Johnson teve que usar o banheiro – a história não diz se ele foi fazer o número 1 ou o número 2 – , por isso o tenente-coronel Francis R. Stevens ocupou o seu lugar para evitar atrasos. Johnson acabou sendo realocado no voo seguinte, o “Heckling Hare”. Mas, enquanto o Heckling Hare participou de poucos combates, o Wabash Cannonball foi abatido pelos japoneses, matando todos a bordo.

Litros de número 1 ajudaram a descobrir o fósforo 

Hennig Brand foi um alquimista alemão que, em 1669, ferveu litros e litros de urina – inclusive alguns litros seus – para descobrir o que havia depois que todo o líquido evaporasse. Ele queria produzir a pedra filosofal, substância que seria capaz de transformar metais em ouro. Depois de alguns dias de aquecimento, Hennig conseguiu isolar um sólido branco e ceroso. Esse sólido escureceu depois de algum tempo e a substância recém-criada brilhava com uma luz verde misteriosa. Henning nomeou a nova substância de fósforo, que em grego significa portador da luz, pois o fósforo queima gerando uma luz.

Ele foi fazer o número 2 e isso acabou com um reinado

O rei Edmundo II da Inglaterra, mais conhecido como Edmundo Braço de Ferro, em inglês Edmund Ironside, por conta de sua bravura contra os ataques dos vikings, havia herdado o trono depois que seu pai e seus dois irmãos mais velhos morreram. Justo numa época em que a Inglaterra estava em guerra com a Dinamarca. Isso fez com que ele se tornasse um alvo visado. No dia 30 de novembro de 1016, Edmundo estava em Londres e teve que usar o banheiro. Uma das versões da sua morte é que ele foi morto a mando de Canuto II, o Grande, sendo espetado enquanto fazia o número 2. Canuto assumiu o trono depois, tornando-se Rei da Dinamarca, Inglaterra e Noruega; juntos muitas vezes referidos como o Império do Mar do Norte.

Essa versão da morte de Edmundo Braço de Ferro teria acontecido tal qual Tywin Lannister em Game of Thrones

Fontes:

Robinson Samulak Alves, megacurioso.com.br

Guia dos Curiosos

The Guardian

Publicado por Julio

Uma pena eu não ter nascido herdeiro ou milionário. Pois tenho um grande potencial pra isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: