A revolta de uma cidade

A revista americana Newsweek já foi a de maior circulação semanal no mundo, quando vendia mais de 4 milhões de exemplares por edição. Em 2013, quando as vendas despencaram, ela passou a ser apenas digital, mas voltou às bancas um ano depois. Hoje, sua edição digital convive com a versão impressa em tiragens mais modestas, em torno de 100 mil exemplares.

Mas continua com muito prestígio e produzindo reportagens de impacto. Como quando publicou uma série de reportagens sobre as cidades americanas que estão “moribundas” por causa da recente recessão no país. Cidades que, segundo a reportagem, pararam de crescer, estão sem oportunidades de emprego e/ou lazer e inclusive sofreram evasão dos residentes. Uma das cidades citadas foi Grand Rapids, no Michigan.

Michigan fica lá em cima, na fronteira com o Canadá, à beira dos Grandes Lagos. Segundo a revista, em 2000 sua população era de mais de 200 mil habitantes, e em dez anos encolheu cerca de 10%. O motivo foi o desemprego em função da crise da indústria automobilística americana, cuja sede fica em Detroit, a maior cidade do estado – e também da crise na indústria de móveis, que é a base da economia local. O ator Taylor Lautner (de Crepúsculo) é de Grand Rapids, assim como o vocalista Anthony Kiedis, da banda de rock Red Hot Chilli Peppers.

Taylor Lautner
Anthony Kiedis

A reportagem, como era de se esperar, despertou a ira da população, que respondeu rápido. Cerca de 5.000 pessoas se mobilizaram para gravar um clipe em resposta, mostrando seu amor pela cidade. O clipe custou mais de 40 mil dólares e foi patrocinado por 20 empresas locais.

A população mostrou a paixão e a energia dos que vivem em Grand Rapids e gravou um Lipdub. LipDub é um tipo de vídeo que combina sincronização labial e dublagem de áudio para produzir um videoclipe musical. É habitualmente produzido filmando grupos de pessoas que fazem sincronização labial ao som de um aparelho móvel de reprodução musical. No caso, a música escolhida foi “American Pie”, do americano Don McLean.

A letra da música, lançada em 1971, fala de eventos sobre música e comportamento que têm muito significado para os americanos, como por exemplo o final do movimento hippie ou a morte de John Kennedy, tida como símbolo da inocência perdida da geração de 1960. A música também foi tema da comédia “American Pie”, que se passa numa cidade com as características de Grand Rapids, onde o roteirista do filme viveu parte de sua vida.


Acho que o ponto principal de tudo isso é a lição de esperança que a população da cidade nos deu. Ninguém negou a recessão, o desemprego, as dificuldades que passam. Mas o vídeo mostra que as pessoas estão dispostas a lutar, a se divertir e a valorizar o local onde vivem e trabalham. Preservando a memória, a natureza e resgatando sua cidadania.
Porque eles sabem que assim serão mais fortes, como comunidade e como indivíduos.

Publicado por Julio

Uma pena eu não ter nascido herdeiro ou milionário. Pois tenho um grande potencial pra isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: