Veja 10 exemplos de corrupção no cotidiano do brasileiro

Muito se fala atualmente sobre a corrupção no Brasil. Que nunca teve tanta corrupção, que nunca antes na história deste país se indiciou tantos corruptos e por aí afora. Que a corrupção é um problema crônico e que já nasceu na época da colonização portuguesa, e isso parece ser verdade. Os colonizadores vieram ao Brasil para explorar as riquezas naturais, sem se preocuparem com os índios, os habitantes originais destas terras.

Aliás, é provado que os primeiros a serem corrompidos neste país foram exatamente os indígenas, pois os portugueses os subornavam para conseguir tesouros, os escravizavam e os roubavam. Ou seja, historicamente, é um fato – embora não exclusivo daqui, uma vez que todos os conquistadores sempre fizeram isso com os povos subjugados…

Mas dois pontos são importantes a considerar nessa discussão: o primeiro é que o Brasil não é o país mais corrupto do mundo.

Veja no quadro abaixo, preparado pela Transparência Internacional (TI), uma organização não-governamental que tem como principal objetivo a luta contra a corrupção. Foi fundada em março de 1993 e encontra-se sediada em Berlim. Essa organização é conhecida pela produção anual de um relatório no qual se analisam os índices de percepção de corrupção dos países do mundo, e o quadro abaixo é do relatório mais recente. Nele, 100 é o menos corrupto e 0 é o mais corrupto. (se quiser enxergar melhor, clique em cima da imagem e ela vai se abrir em tamanho maior).

Transparency_international_2014Como se vê, nosso país está na média, e isso é um sinal positivo. De que temos um caminho a percorrer para diminuir a corrupção no Brasil, porque se estivéssemos no “vermelhão”, o melhor seria jogar a toalha, mesmo…

O segundo ponto tem a ver com o óbvio: no esquema, sempre existe o corrupto e o corruptor, e todos saem favorecidos nesse tipo de crime. Todos, menos a população honesta, que trabalha para garantir o sustento.

Eu sei que o Brasil é um Estado cheio de burocracia e falhas de gestão, onde se criam dificuldades para se vender facilidades. Sei também que a corrupção é marcada pelo clientelismo, o nepotismo e o oligarquismo. Tudo passa a ser um jogo político.

Mas, ainda acho que podemos começar a mudar esse jogo começando pelo nosso microcosmo: vamos nos lembrar de que nós também estamos cometendo deslizes éticos e morais.

Minha proposta é: vamos identificar esses péssimos hábitos em nosso cotidiano, e procurar corrigi-los. 

Se nossos valores forem diferentes dos valores dos candidatos aos cargos eletivos, não iremos elegê-los mais, e teremos mais força para cobrar daqueles que forem eleitos.

Veja só se você não cometeu um desses deslizes. Se sim, comece a corrigi-los:

1. Sonegação de imposto
A Sonegação de Imposto de Renda causa bilhões em prejuízo ao governo anualmente. Na hora de declarar aquela despesa, muitos brasileiros costumam utilizar notas fiscais que não se enquadram ou tentam arranjar dependentes para que a mordida do leão seja mais leve. O dinheiro sonegado poderia contribuir para a construção de estradas, hospitais e melhorar a infraestrutura do Brasil.

2. Carteirinha falsa

Se você não tem, deve conhecer alguém que possui uma carteirinha de estudante falsificada. “O ingresso é muito caro”, dirão alguns, tentando justificar seu ato de corrupção. O fato é que a carteirinha falsa já se espalhou de tal maneira que produtores de espetáculos praticamente dobraram o valor das entradas para poder compensar o dinheiro perdido com as falsificações. Sendo assim, quem é honesto e não cria um documento falso acaba pagando valores absurdos por causa da indústria das carteirinhas.

3. Compra de CNH

Eis uma das máfias mais conhecidas do brasileiro: a da compra de carteira de habilitação. Várias operações policiais já desmantelaram diversas quadrilhas especializadas em vender a carteira de motoristas. Os crimes vão desde a compra do documento até o pagamento do famoso “quebra” na hora da prova prática de direção.

4. Fazer hora no trabalho

Essa pode passar despercebida, mas é capaz de movimentar milhões em hora extra e gastos desnecessários nas empresas. Não existe uma pesquisa medindo quanto se é gasto por hora não trabalhada dos funcionários, mas é fácil encontrar aquele colega que fica enrolando no café…

5. Pirataria

Sabe aquela barraquinha de produtos piratas que existe em qualquer canto? Ela é um exemplo clássico de crime incorporado na sociedade brasileira. As vendas são feitas à luz do dia e sem o menor constrangimento, tanto para o vendedor quanto para o comprador. Isso serve também para os brinquedos ilegais, celulares roubados, cópia ilegal de livros, filmes ou músicas…

6 . Desrespeitar os outros

Aquela vaga de deficiente não é sua, a não ser que você tenha alguma deficiência, óbvio. É uma regra simples, mas facilmente ignorada. Do mesmo modo que não é difícil encontrar idosos em pé no ônibus ou metrô enquanto jovens ocupam os lugares reservados para tirar aquele cochilo.

7. Ganhando no troco

O rapaz do caixa dá um valor a mais em troco e você finge que está tudo certo e comemora a “sorte do dia”. A malandragem pode fazer com que a “lei do mais esperto” transforme tudo em uma bola de neve.

8. Pagando um “cafezinho”

Tem muita “autoridade” que adora um cafezinho, e vai lhe pedir a ajudinha se você cometer uma infração. Claro que o café vai ficar mais barato do que pagar pelo que você fez de errado. De novo, a lei do mais esperto entra em ação e muita gente se deixa corromper.

9. Contrabando Gourmet

Quem nunca viu aquele amigo indo para o exterior lotado de pedidos de quem ficou? “Me compra um Iphone e finge que ele é seu, tira da caixa”. É um contrabando “gourmet”, um pouco mais sofisticado daquele que já existe há décadas na velha fronteira com o Paraguai. Ou quem não conhece aquelas senhoras que vão pra Dubai e voltam com as malas cheias de artigos pra vender aqui, as “sacoleiras gourmet”? Esse pessoal que passa a perna na Receita Federal é tratado como herói, quando na verdade são corruptos, tanto quanto os políticos que desviam dinheiro.

10. Gatonet

Muita gente já ouviu falar naquele aparelhinho mágico que “abre todos os canais da sua TV a cabo”. Basta pagar uma vez e pronto, você tem todos os canais livres para consumo. Se não rolar dessa maneira, tem o primo do amigo do irmão que trabalha na operadora de TV a cabo e consegue liberar tudo por uma quantia bem camarada. Mais uma vez, a corrupção entrando na casa de cada um.

E ainda temos o “gato” da energia elétrica, do telefone, da água…

Cara, sabe que eu cansei dessa corrupção toda?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s