Atualidades, Curiosidades, Family, Humor, Novidades, Sabedoria, Uncategorized

7 habilidades que todo mundo devia ter

Existem certas habilidades que só ajudam a melhorar a nossa qualidade de vida. Seja vivendo numa grande metrópole ou numa cidade pequena, ou morando sozinho – ou mesmo com uma família numerosa. São habilidades que deixam a pessoa mais independente, mais capacitada a enfrentar situações inesperadas e que contribuem para lhe dar mais segurança. Confesso que não domino todas, mas estou a caminho disso…

1. Pregar um botão: ainda não domino essa complicada técnica, da última vez costurei o botão da camisa junto com as costas dela… Mas, eu chego lá! Depois de anos de estudo, concluí que a primeira coisa a se fazer é montar um kit básico,  contendo agulha, tesoura, linhas de cores variadas, fita métrica e mais alguma coisa que ainda não sei o que é, mas que vou colocar lá, porque achei o kit muito mixuruca. Descobri também que o segredo é usar linha dupla na agulha e dar o nó na ponta. Deve-se dar várias voltas pelos furinhos do botão, mantendo a linha sempre esticada. Depois de pregar, basta fazer dois nós do lado de dentro da roupa, para que o botão não solte mais. Isso eu já sei, só não consegui ainda fazer os nós…

2. Passar camisa: essa é complicada, além de muito chato de fazer – pra mim, é um verdadeiro esporte radical! Esquenta o ferro, correndo o risco de se queimar com ele, depois estica a roupa e não pode se distrair senão queima o tecido, maior adrenalina! Sem contar a descoberta que eu fiz: não dá pra passar roupa e ficar mandando mensagens pro Facebook ao mesmo tempo… Disseram que o segredo é começar pelas partes menores, passar primeiro a gola, os punhos, as mangas e, por último, as costas e a frente da camisa. E que ter um bom ferro e uma boa mesa facilitam muito… Será que passar no chão, como eu faço, é que complica as coisas?

3 Trocar pneu: ah, ah, ah! Nisso sou mestre (veja a foto abaixo, eu e meus camaradas trocando o pneu do carro em movimento…). Muitas seguradoras já oferecem esse serviço extra. Porém, se você estiver com muita pressa, é melhor saber se virar. O mais importante é checar se o seu carro está equipado com as ferramentas necessárias: triângulo, chave de roda e macaco. E, claro, o estepe, e que esteja perfeito. Pra não passar o que sofreu um amigo: só na hora do aperto ele viu que o estepe também estava furado!

4. Fazer um drink: outra habilidade em que sou campeão. E não me limito a caipirinha, não, sei fazer desde Manhattan até um dry martini matador. Na verdade, eu tinha até um livro que me servia de bíblia, com 100 drinques famosos. Comprei também todas as bebidas, licores, coqueteleira, colher, copos especiais… Acho o máximo misturar isso com aquilo, uma verdadeira alquimia, e minha única frustração é não ter ainda conseguido voluntários pra me ajudar a misturar um drinque como na foto abaixo…

5. Trocar fralda: essa é terrível, eu sei, mas há ocasiões em que não tem jeito e você tem que literalmente colocar a mão na… Er… massa. Meu genro passou por isso faz poucas semanas e não conseguiu realizar o feito, depois de passar mal e se ver obrigado a chamar o Hugo.  A solução dele foi trancar a porta do quarto contaminado – não me lembro se com a bebê dentro… –  e aguardar até que a mãe chegasse. Mas não é tão difícil assim: depois de colocar uma máscara contra gases, vestir luvas e se armar de coragem, a primeira coisa que terá de fazer, após retirar a fralda suja, é limpar a pele do bebê com algodão embebido em água morna, ou usando um lencinho umedecido, para remover os resíduos de urina e fezes. A seguir, basta secar a pele da criança com uma fralda de pano, passar uma camada fina da pomada que previne assaduras e fechar a fralda descartável. Eu sei, eu sei, parece simples (e é mesmo!), mas tenho uma dica extra: se a coisa estiver muito feia, tome um drinque (ou mais de um!) antes dessa seção de tortura – mas não exagere, pra não correr o risco de a mãe chegar e ver o bebê com a fralda descartável presa na cabeça.

6. Dar nó em gravata: é uma verdadeira ciência, e depois de anos de tentativa, desisti. Minha solução foi comprar uma gravata, pedir à vendedora da loja que desse o nó pra mim e, desde então, guardo a gravata com o nó pronto. Quando preciso, enfio a gravata por cima da cabeça e saio todo pimpão, com as pessoas admirando aquele nó clássico que elas pensam que eu que fiz! Mas há uma saída para quem é mais habilidoso que eu, e mais paciente também: depois que descobri que existem inúmeros tipos de nó de gravata, fiquei sabendo que há na internet diversos passo a passo com fotos e desenhos, além de tutoriais em vídeo, que resolvem o problema de quem não tem intimidade com o assunto. No meu caso, ainda vem servindo a minha gravata com nó pronto…

Devia é existir um curso, com provas regulares, TCC, diploma e pós-graduação. Eu me matricularia.

7. Cozinhar: outra habilidade que ainda me falta. Meu último arroz estava incomível e serviu como argamassa na obra do vizinho. Meu ovo frito grudou de tal forma na frigideira que não saiu nem com formão, e a frigideira foi pro lixo com aquela espécie de durepoxi que não saía. E o miojo ficou tão cozido que não havia garfo que segurasse, e comer com a mão, como Conan, o Bárbaro, não foi opção. Nem mesmo a pipoca de microondas deu certo: esqueci no forno de microondas da casa de uma amiga e a fumaça do queimado era tanta que os vizinhos chamaram os bombeiros, pensando que fosse incêndio.  Já me aventurei várias vezes na cozinha, seguindo conselhos de gente que se preocupa com o bem-estar dos ingredientes que manipulo: “tente fazer algo de que goste muito; leia livros de receitas; assista programas de culinária; não tenha medo de errar”. Sei que esses conselhos são válidos e ainda não me dei por vencido, porque a última lição que aprendi foi que só precisamos de dois ingredientes básicos: coragem e fome (e um ingrediente extra, no meu caso: aprender como se acende o forno). Me aguardem!

Anúncios

5 comentários em “7 habilidades que todo mundo devia ter”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s