Adivinhe a que companhia aérea pertence esta aeronave?

Foi assim que chegou o e-mail, o mesmo que anda circulando por aí e sendo replicado pela internet. Vou reproduzir aqui:

c3b4nibus-4 c3b4nibus-5 c3b4nibus-7 c3b4nibus-11 c3b4nibus-13 Cia aerea das estrelas 1-2[3]

Adivinhou?

Avance mais, para descobrir e terá uma surpresa…
v

v

v

v

v

v

v

body_004_560x420

ACREDITE OU NÃO, É UM ÔNIBUS DE UMA COMPANHIA CHAMADA “YOUSSEFTOUR”, QUE FAZ PERCURSOS ENTRE CIDADES, EM SANTA CATARINA .NÃO É NA EUROPA, NEM NOS ESTADOS UNIDOS… É NO BRASIL.

*************************************************

Eu sei que o brasileiro anda com a autoestima pra baixo do dedão do pé, e a lista de vergonhas é enorme: os 7 a 1 da seleção de futebol, a inflação que voltou, a Petrobrás valendo menos que um ovo de Páscoa (ou um ovo de Páscoa valendo mais que a Petrobrás?!), os políticos corruptos aumentando o próprio salário, e um interminável etc.

Tudo isso faz a gente enfiar a cabeça num buraco, como avestruzes humilhados, e vivemos correndo atrás de motivos para nos orgulhar de sermos brasileiros. Seja elegendo super-heróis (um dia foi o Joaquim Barbosa, ex-ministro do STF que, quando a coisa apertou, jogou a toalha… Hoje, é o juiz Sérgio Moro, elevado ao status de Elliot Ness brasileiro, prendendo nossos Al Capones na Operação Lava-Jato), seja “descobrindo” boas iniciativas de outros brasileiros.

Temos muitas iniciativas legais que devem ser divulgadas sempre, como a do catarinense Alfredo Moser, que criou a “luz engarrafada (http://www.blogdealtaneira.com.br/2013/08/brasileiro-cria-lampada-com-garrafa-pet.html).

Mas também, não precisa inventar, né?

Essa notícia do ônibus tão luxuoso quanto um avião, que estaria “fazendo percursos entre cidades de Santa Catarina” e que vem circulando pela internet NÃO É NO BRASIL. Sinto muito. Essa nave terrestre anda por campos de pouso menos esburacados que os nossos, lá pelas bandas do sul da Índia.

Isso mesmo.

A empresa que criou o busão chamado de “Luxuria” quer competir com os voos entre as cidades, oferecendo mais conforto que os aviões das pontes-aéreas. O argumento é que, para voar, “você fica uma hora passando pelos procedimentos de segurança, para um voo de 15 minutos”.

O busão gourmet circula entre Bangalore e cidades próximas, numa região muito rica da Índia apelidada de “o Vale do Silício indiano”, porque Bangalore é um dos maiores centros de alta tecnologia e telecomunicações da Ásia, uma metrópole de quase 9 milhões de habitantes classificada entre as 10 cidades mais “empreendedoras” do mundo.

Tudo isso se encontra disponível no Google, e sugiro procurar um pouco antes de passar adiante essas notícias. Ah, se quiser saber mais sobre o “avião sobre rodas”, tem uma reportagem aqui (em inglês).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s