Uma breve história dos telefones celulares

Outro dia, conversando com uma pessoa, nos lembramos dos primeiros telefones celulares lançados no Brasil, nos anos 1990. Eram uns tijolões quase do tamanho de um sapato. Rimos de montão ao nos lembrar do Michael Douglas no filme “Wall Street” puxando aquele troço, com uma antena de dois metros… Era o máximo de tecnologia, e no filme ele era um dos megainvestidores da Bolsa e coisa e tal, e naquela época só um cara muito rico podia ter um aparelhos desses…

wall street 1987

Deixando de lado a bizarrice de se pensar como seria levar um aparelho desses no bolso do paletó (os caras tinham que usar mochila só pra isso?), imagine como era antes dessa invenção – caso você não tenha idade para ter vivido isso. Esse aparelhinho (“aparelhinho” hoje, claro, não há 40 anos…) é um dos meios de comunicação mais eficazes de todos, além de ser o único, por enquanto, a embutir outro meio de comunicação no mesmo pacote, a internet!

Pois acredite, 40 anos atrás, e antes do advento do telefone móvel, não dava para se fazer uma ligação para outra pessoa com um telefone que não estivesse preso numa parede ou em cima da mesa.

E foi a Motorola quem criou o primeiro telefone móvel, por meio de seu diretor de pesquisa e desenvolvimento, Martin Cooper: em 3 de abril de 1974 ele fez a primeira chamada de celular, com um protótipo do trambolhão usado por Michael Douglas no filme e que foi batizado mais tarde de Motorola Dynatac 8000X – e que começou a ser vendido nos Estados Unidos em 1983 pela bagatela de US$ 4.000,00!

motorola_dynatac

Isso mesmo, 4.000 dólares! O monstrengo pesava 794 gramas, media 4,5 cm de largura, 8,9 cm de espessura e 33cm de altura. Você não leu errado, ele pesava como cinco smartphones que temos no mercado atualmente e tinha o tamanho de quase três Iphones 3 empilhados.

Não sei se as pessoas começaram a ter problemas de postura ao manter quase um quilo na altura da orelha durante as chamadas, mas o fato é que alguém achou que já estava na hora de melhorar a coisa, e a Motorola – de novo – criou o primeiro celular com uma capinha, um flip que protegia as teclas do aparelho e seu microfone, o Motorola MicroTAC.

Esse saiu nos Estados Unidos em 1989, pesava quase meio quilo (um grande avanço em relação ao antecessor) e serviu de inspiração para vários outros aparelhos de seus concorrentes. Um primo dele foi o primeiro celular a ser lançado no Brasil, em 1990, o PT 550, e custava “apenas” mais ou menos 3.000,00 cruzeiros (moeda vigente), o que, atualizado, seria algo como R$ 15.000,00… Na foto, ele parece pequeno, mas era conhecido como “tijolão”, porque pesava 350 gramas e tinha 23 cm de altura.

O primeiro celular lançado no Brasil

Logo surgiram novos celulares e novos concorrentes, um deles a Nokia, que vinha aperfeiçoando os antecessores e acabou incluindo uma nova facilidade em seus aparelhos, a possibilidade de mandar mensagens de texto. Então, lançou o Nokia 9000 Communicator em 1996, ainda um trambolho e meio estranho: você abria o telefone e aparecia um teclado onde o usuário poderia digitar a mensagem.

0-6XLY5pOlsHwbmseA

A ideia foi genial, mas o aparelho em si não durou muito, porque as outras empresas logo perceberam que um teclado alfanumérico era muito mais prático. Vieram centenas de outros modelos na mesma linha, cada vez mais sofisticados, mais leves e menores e a tecnologia evoluiu muito rapidamente. Quando entramos no século XXI, essa evolução trouxe os aparelhos com telas sensíveis ao toque. O mais notável deles, e que é considerado o precursor dos smartphones, foi o Ericsson R380, lançado no ano 2000.

ericsson_r380

Além do teclado alfanumérico, como o de um celular normal, você podia abrir o flip e – numa tela sensível ao toque – havia as funções de um palmtop. Para quem não sabe, os palmtops eram muito populares na ocasião e tinham as funções de agenda e até de conexão (rudimentar, comparado a hoje) à internet.

Talvez a maior evolução a seguir tenha sido a tecnologia Bluetooth, de novo desenvolvida pela Ericsson. Lançado em 2001, o Ericsson T36 trouxe a possibilidade de uma conexão entre aparelhos para o compartilhamento de dados sem fio, passando arquivos rapidamente para outro celular ou para outros equipamentos dotados da mesma tecnologia.

ert36_00

Ericsson T36

As novidades então vieram em ritmo acelerado.  Em 2002 surgia o Sanyo SCP-5300 Sprint, um dos primeiros celulares com câmera fotográfica embutida do mercado mundial e já com a telinha colorida!

Sanyo Scp5300

Sanyo Scp5300

A qualidade da primeira câmera em um aparelho assim era obviamente muito baixa, pois era uma tecnologia que ainda estava sendo aperfeiçoada.

A tecnologia no mundo da informática evoluía muito rapidamente, até mais do que nos celulares, e então chegou a hora de um grande player no mundo dos computadores fazer sua entrada nesse novo e promissor mercado da telefonia. E ele chegou chegando… Em 2007, a Apple anunciou um novo aparelho que mudaria completamente a história dos celulares, o iPhone 2G.

Iphone-2g

IPhone-2g

Era um aparelho com multidispositivos, tão bom quanto um IPod, com ótima acessibilidade pela tela sensível ao toque e potente em seu acesso à internet. A Apple realmente reinventou o celular.

Como será o futuro?

Impossível prever. A cada dia surgem novos aplicativos para os smartphones, as câmeras embutidas gravam vídeos e tiram fotos com altíssimas resoluções, e o interessante é que as chamadas pelas operadores estão cada vez menos sendo utilizadas,  já que o usuário está mais tempo conectado à internet e pode mandar suas mensagens usando as redes sociais ou usando os aplicativos. Então, tentar imaginar o que vem por aí é um exercício de futurologia inútil.

Afinal, quem imaginaria há dez anos que o celular serviria para tantas outras coisas além de fazer e receber ligações?

 

 

 

 

 

Fontes:
oficinadanet.com.br
TechTudo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s