Atualidades, Curiosidades, Family, Novidades

Viajar é preciso – 3

O Mosteiro dos Jerônimos é um mosteiro em Lisboa, Portugal, em estilo manuelino, testemunho monumental da riqueza dos descobrimentos portugueses ao redor do mundo. No local de uma ermida fundada pelo Infante D. Henrique, D. Manuel I começou em 1502, logo após o retorno da primeira viajem à India de Vasco da Gama, a construção de um magnífico mosteiro para os monges da ordem dos Jerônimos. Foi em grande parte financiado pelos lucros do comércio de especiarias e riquezas trazidas das grandes viagens de descobertas do século XVI.

A obra iniciou-se em 1502 com vários arquitetos e construtores, entre eles Diogo Boitaca (plano inicial e parte da execução) e João de Castilho (abóbodas das naves e do transepto, pilares, porta sul, sacristia e fachada). No reinado de D. João III foi acrescentado o coro alto. O seu nome deriva do fato de ter sido entregue à Ordem de São Jerônimo, nele estabelecida até 1834. Sobreviveu ao sismo de 1755 mas foi danificado pelas tropas invasoras francesas enviadas por Napoleão Bonaparte no início do século XIX. Inclui, entre outros, os túmulos dos reis D. Manuel I e sua mulher, D. Maria, D. João III e sua mulher D. Catarina, D. Sebastião e D. Henrique e ainda os de Vasco da Gama, de Luís Vaz de Camões, de Alexandre Herculano e de Fernando Pessoa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s