R.I.P.

A gente nunca sabe o dia de amanhã, por isso é melhor se prevenir e pensar no que escrever em sua lápide… Aí vão algumas dicas especialmente pensadas para diferentes públicos:

ESPÍRITAS

Volto já!

INTERNAUTAS

aquijaz.com.br

ARQUEÓLOGOS

Enfim, fóssil

SURFISTAS

Fui.

CARTUNISTAS

Partiu sem deixar traços

POLICIAIS

Tá olhando o quê? Circulando, circulando!

ECOLOGISTAS

Fui extinto

FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS

É no túmulo ao lado

HIPOCONDRÍACOS

Eu não disse que tava doente?

PESSIMISTAS

Aposto que está o maior frio no inferno

PSICANALISTAS

Esse negócio de eternidade não passa de um complexo de superioridade mal resolvido

SANITARISTAS

Sujou!

SEX SYMBOLS

Agora, só a terra há de comer

ADVOGADOS

Disseram que morri, mas vou recorrer

HERÓIS

Corri pro lado errado

 

Anúncios

Arte em cheques… Olha a criatividade!

Há muita gente que ainda usa cheques para pagar suas contas. Mas há outros que usam o talão de cheques para outras coisas.

Como para fazer arte, por exemplo. Veja só:

cid_image006_jpg01cc55e31 cid_image007_jpg01cc55e3 cid_image008_jpg01cc55e3 cid_image009_jpg01cc55e3 cid_image011_gif01cc55e3

Onda de vandalismo na Europa

O mundo, realmente, está de cabeça para baixo. A Europa, que até há poucos anos era um lugar relativamente tranquilo de morar, está agora sofrendo violentos protestos. E essa onda de indignação chegou à pacata Suíça, onde a população também começa a se rebelar.

ATENÇÃO: antes de assistir ao vídeo, tire as crianças e os velhinhos da sala,  porque as cenas a seguir são chocantes!

Aí a briga começou…

Aí, a esposa sentou-se no sofá junto ao marido, que passava pelos canais.
Ela perguntou:

— O que tem na TV?
Ele respondeu:

— Poeira.
Aí a briga começou…
……………………………………………………………………

A esposa está nua, se olhando no espelho do quarto de dormir. Ela não está feliz com o que vê e diz:

— Sinto-me horrível; pareço velha, gorda e feia. Eu realmente preciso de um elogio seu.

O marido diz:

— Sua visão está ótima!
Aí a briga começou…
………………………………………………………………………..

A esposa estava dando dicas sobre o que ela queria para seu aniversário que estava próximo.
Ela disse:

— Quero algo que vá de 0 a 100 em cerca de 3 segundos.
O marido comprou uma balança para ela.
Aí a briga começou…
…………………………………………………………………………

Quando o marido chegou em casa ontem à noite, a esposa exigiu que ele a levasse passear em algum lugar caro.
Então, ele a levou ao posto de gasolina.
Aí a briga começou…
…………………………………………………………………………..
O cara contou essas piadinhas pra esposa.
Aí a briga começou…

Os melhores cartuns de 2013 (até agora…)

O ano ainda não acabou, mas já houve votações por aí sobre os melhores cartuns publicados até agora. Alguns deles seguem abaixo:

Copy of wilkinson081013

 

Cartoon-Joel-Pett-111023pettC

 

trevor

 

bolt-world-records

A lógica dos portugueses

Estive algumas vezes em Portugal e, em todas elas, sempre fui muito bem tratado. Adorei o país, as cidades que visitei, o povo… E lá descobri que as piadas que os brasileiros contam, na verdade, retratam uma lógica diferente. De fato, vivi situações nas quais o meu uso do idioma, que de fato não pode ser chamado de língua portuguesa, mas de língua “brasileira”, estava errado se comparado ao uso que o português faz, que é mais literal, cultiva um preciosismo de sintaxe.

Recebi alguns exemplos disso que falo, gentilmente enviados por Clene Salles (https://www.facebook.com/Clene.Salles) e que transcrevo abaixo. Não sei quantos desses exemplos são histórias verídicas, mas a julgar pelo que vivi, podem ser reais:

***

Um brasileiro estava em Lisboa e numa sexta-feira perguntou a um comerciante se ele fechava no sábado. O vendedor respondeu que não. No sábado, o brasileiro voltou e deu com a cara na porta.
Na segunda-feira, cobrou irritado do português:
– O senhor disse que não fechava!
O homem respondeu :
– Mas como vamos fechar se não abrimos?

***

Um jornalista hospedou-se há um mês num hotel em Évora. Na hora de abrir a água da pia se atrapalhou, pois na torneira azul estava escrito ‘F’ e na outra, preta, também ‘F’. Confuso, quis saber da camareira o porquê dos dois ‘efes’. A moça olhou-o com cara de espanto e respondeu, como quem fala com uma criança:

– Ora pois, fria e fervente.

***

Em Lisboa, a passeio, resolveu comprar uma gravata. Entrou numa loja do Chiado e, além da gravata, comprou  ainda um par de meias, duas camisas sociais, uma polo esporte, um par de luvas e um cinto. Chorou um descontinho, e pediu para fechar a conta. Viu então que o vendedor pegou um lápis e papel e se pôs a fazer contas, multiplicando, somando, tirando porcentagem de desconto, e aí intrigado, perguntou:
– O senhor não tem máquina de calcular?
– Infelizmente não trabalhamos com electrónicos, mas o senhor pode encontrar na loja justamente aqui ao lado…

 

***

O brasileiro examina o cardápio em um restaurante de Lisboa e chama o garçon para tirar uma dúvida.
– Amigo, como é que vem este Filé à Moda da Casa?
Ao que o garçon responde sem pestanejar
– Sou eu mesmo que o trago.
***

E a melhor….O casal de brasileiros entra num restaurante na rua do Diário que tem uma vista bonita para o rio e pergunta:
– Podemos sentar naquela mesa que tem a vista para o rio?
No que o garçon responde:
– Acho melhor os senhores sentarem nas cadeiras!

2-Restaurante

 

Fato 957 sobre Chuck Norris – Mercenários II

“Ouvi rumores de que você foi mordido por uma cobra” – Barney Ross (Stallone) 

“É… Mas depois de cinco dias de dor agonizante… A cobra morreu” – Booker (Chuck Norris) 

 

“He oído rumores de que usted fue mordido por una serpiente” – Barney Ross (Stallone)

“Sí … Pero después de cinco días de dolor agonizante … La serpiente murió” – Booker (Chuck Norris)