Meus votos de Feliz Natal a todos!

(Hamlet, Ato 1, Cena 1):

Some says that ever ‘gainst that season comes

Wherein our Saviour’s birth is celebrated,

The bird of dawning singeth all night long:

And then, they say, no spirit dares stir abroad;

The nights are wholesome; then no planets strike,

No fairy takes, nor witch hath power to charm,

So hallow’d and so gracious is the time.

Alguns dizem que sempre, pouco antes de chegada a estação

em que o aniversário de nosso Salvador é celebrado,

o pássaro da aurora canta a noite toda,

e então, dizem, nenhum espírito ousa vagar…

As noites são íntegras, nenhum planeta golpeia,

nenhuma fada encanta, nenhuma bruxa tem poder o poder de enfeitiçar,

tão louvada e graciosa é a época.

Então, eu te trouxe isto:

FELIZ NATAL e FELIZ ANO NOVO!

Natal 2016

Amigas e amigos, aproveitando o momento, quero desejar a todos um Natal cheio de paz e tranquilidade, e um Ano Novo repleto de realizações. O ano que está no finzinho foi meio tumultuado, pra não dizer outra coisa… Mas, no meio de tantas agruras, tenho certeza de que todos tivemos bons momentos.

Por isso, fiz este vídeo que retrata o meu desejo:  muita alegria pra todo mundo!

Boas Festas a todos!

Sugestões de brinquedos para o Natal

O Natal é sempre estressante para os pais. O que dar de presente para os filhos? Um par de meias? Pulôver? Pijama? E, se for na linha de presentear com brinquedos, vamos de Play Station? Carrinhos? Bonecas? Não, procure algo mais criativo, mais original. No intuito de ajudar, e em mais um serviço de utilidade pública prestado pelo O TRECO CERTO, indicamos abaixo magníficas sugestões de brinquedos que todas as crianças vão adorar! Eh, eh!

1. Ensine a criança a como limpar um peixe!

2. Vírus de brinquedo (o desenho deve ser da criança sendo contaminada…)

3. Boneco do Adolf Hitler. 

Hitler Doll

4. Bonecos de pelúcia gota de xixi e um cocozão ( a ideia desses brinquedos é que a criança se acostume com xixi e cocô; agora, ainda não captei o motivo de você querer que seu filho se acostume a BRINCAR com cocô e xixi…)

2264732906 379E903Dbc O

5. Deus Todo-Poderoso com metralhadora Ak-47.

6. Vassoura vibratória do Harry Potter… 

vibrating harry potter broom

7. Esqueça a Liga da Justiça, o certo agora é esse grupo de heróis: um personagem de Carros, um Power Ranger, Super-Homem, Batman, Homem-Aranha e Shrek.

8. O Face Bank… Ele mastiga as moedas como se fosse uma vaca pastando, e depois solta um arroto. Bizarro…

Feliz Natal!

HO-HO-HO!

Para ouvir o que o Papai Noel está tocando, basta clicar na seta abaixo (e, se não estiver ouvindo, aumente o volume clicando nas barras ao lado da seta)!

Companhia aérea surpreende seus passageiros com presentes de Natal!

Na publicidade, assim como em outros segmentos, é muito difícil inovar. Mas quando você consegue e, ao mesmo tempo, emociona e ainda reforça a crença de que o Papai Noel existe, você conquistou os objetivos e o coração de todos.

A companhia aérea canadense WestJet criou uma campanha com um apelo matador: “O que gostaria de ganhar neste Natal?” Um simpático Papai Noel abordava em tempo real os passageiros e listava seus desejos natalinos antes de embarcarem para outra cidade. Tinha de tudo, desde brinquedos e meias até uma TV gigante.

Daí, enquanto as pessoas seguiam de avião ao seu destino, 150 colaboradores da empresa corriam para comprar a tempo os presentes dos passageiros. Quando estes chegaram e foram pegar sua bagagem na esteira… SURPRESA!

Quer dizer, a WestJet contrariou a realidade de alguns aeroportos no mundo nesta época do ano, com enormes filas de espera, voos atrasados, bagagens perdidas e outros problemas, e realizou um verdadeiro “milagre de Natal”. E se o vídeo tiver mais de 200 mil visualizações, a WestJet irá oferecer viagens às famílias. Confira:

Lindo!

 

Dica da Ione Fabiano (https://www.facebook.com/ione.fabiano?ref=ts&fref=ts)

Famílias Estranhas (3)

É tão lindo quando um pai e sua filha podem compartilhar um momento como esse…

Er… Sem palavras…

Eles dois se combinam tanto, não é mesmo?

Não é à toa que a garotinha tem trauma do coelho da Páscoa.

Sim, essa é bem estranha…

Foram ao casamento… No endereço errado.

Bizarros.

Não adianta! Ninguém escapa do Papai Noel!

Sugestões para Cartões de Natal

Em mais um serviço de utilidade pública, apresentamos aos nossos queridos leitores diversas sugestões para deixar seu Natal mais feliz. Afinal, é uma época de congraçamento, de união, e de mandar mensagens aos familiares e amigos que você não vê há pelo menos um ano.

Assim sendo, nada melhor do que tirar uma foto com toda a família reunida e enviá-la aos seus entes queridos com uma mensagem celebrando essa tão importante data cristã. Para facilitar o seu trabalho, as sugestões a seguir podem ser realizadas sem muito esforço, e não requerem nem prática, e nem tampouco habilidade. Apenas um pouco de inspiração…

E, para encerrar nossas sugestões, a mais meiga de todas e que representa bem o espírito de Natal nos dias de hoje…

 

A trégua de Natal e Paul McCartney

A 1ª Guerra Mundial (1914-1918) foi aquela que “inaugurou”, por assim dizer, os conflitos globais e foi uma das mais sangrentas da história.

Os avanços na tecnologia militar significaram na prática um poder de fogo defensivo mais poderoso que as capacidades ofensivas, tornando a guerra extremamente mortífera. O arame farpado era um constante obstáculo para os avanços da infantaria; a artilharia, muito mais letal que no século XIX, era armada com poderosas metralhadoras e canhões. Os alemães começaram a usar gás tóxico em 1915, e logo depois, ambos os lados usavam da mesma estratégia. Nenhum dos lados ganhou a guerra pelo uso dos gases venenosos, mas eles tornaram a vida nas trincheiras ainda mais miserável. Sem mencionar os aviões e os dirigíveis, usados pelos alemães como bombardeios  – mais baratos que aviões e com capacidade de carregar mais bombas, embora menos ágeis.

Ficheiro:Australian infantry small box respirators Ypres 1917.jpg

A alimentação era a base de carne, vegetais enlatados e biscoitos, as doenças muito comuns mas, ainda assim, no Natal de 1914, ambos os lados cessaram as hostilidades e saíram das trincheiras para se cumprimentar, numa trégua não-oficial e sem o consentimento do comando. Esse evento não se repetiu, porém, por conta do número elevado de baixas que aumentou os sentimentos de ódio dos soldados.

E também porque, depois, aqueles soldados foram repreendidos e castigados por seus superiores por “crime” de lesa-pátria…

A iniciativa dessa trégua foi das tropas alemãs, estacionadas frente às forças britânicas onde uma distância relativamente curta separava as trincheiras ao longo da “Terra de Ninguém”. Muitos soldados alemães tinham  – como era seu costume na véspera de Natal –  começado a montar árvores de Natal, adornadas com velas acesas – com a exceção que, desta vez, foram posicionadas ao longo das trincheiras do Fronte Oeste.

Inicialmente surpresos e, então, desconfiados, os observadores britânicos falaram da existência delas para os oficiais superiores. A ordem recebida foi que eles não deveriam atirar, mas, em vez disso, observar cuidadosamente as ações dos alemães. A seguir foram ouvidos cânticos de Natal, cantados em alemão. Os ingleses responderam, em alguns lugares, com seus próprios cânticos. Aqueles soldados alemães que falavam inglês então gritaram votos de Feliz Natal para “Tommy” (o nome popular dos alemães para o soldado britânico); saudações similares foram retribuídas da mesma maneira para “Fritz”.

Em algumas áreas, soldados alemães convidaram “Tommy” para avançar pela “Terra de Ninguém” e visitar os mesmos oponentes alemães que eles estavam tão empenhados em matar poucas horas antes. Edward Hulse, um tenente dos Scots Guards, com 25 anos de idade, escreveu no diário de guerra do seu batalhão: “Nós iniciamos conversações com os alemães, que estavam ansiosos para conseguir um armistício durante o Natal. Um batedor chamado F. Murker foi ao encontro de uma patrulha alemã e recebeu uma garrafa de uísque e alguns cigarros e uma mensagem foi enviada por ele, dizendo que se nós não atirássemos neles, eles não atirariam em nós”. Consequentemente, as armas daquele setor ficaram silenciosas aquela noite.

Mas onde o velho Macca entre nessa história?

É que Paul McCartney lançou em 1983 o álbum “Pipes Of Peace”. O tema da faixa-título foi inspirado pela leitura de um poema de autoria do indiano Rabindranath Tagore, vencedor do prêmio Nobel de Literatura em 1913. A frase “in love all of life’s contraditions dissolve and disappear” (No amor, todas as contradições da vida dissolvem-se e desaparecem) é o mote principal da canção pacifista do genial músico britânico.

Aproveitando a história do cessar-fogo de Natal de 1914, que tinha tudo a ver com o tema do álbum, Paul  aprovou o roteiro do videoclipe para ‘Pipes of Peace’.

O vídeo foi filmado em dois dias em Surrey, Inglaterra, e contou com cem figurantes e três equipes de filmagem. Paul desempenhou, simultaneamente, o papel dos oficiais alemão e inglês. O armistício, apesar de contado em poucos minutos, sintetiza muito bem o que ocorreu no Natal de 1914 em pleno conflito mundial e que, infelizmente, nunca mais se repetiu.

Se você nunca viu o clipe, ou quer recordá-lo, ele segue abaixo, com legendas em português para se acompanhar a letra.

 

(fontes: Wikipedia; http://beatlescollege.wordpress.comhttp://blogs.estadao.com.br)