Curiosidades, Family, Humor, Sabedoria

O Guia da boa esposa

Faz algum tempo, falei sobre um livreto publicado na Espanha de Franco, em 1953, que dava dicas às mulheres de como serem boas esposas. Eram regras de comportamento para a mulher deixar o marido feliz e contente. Está aqui.

Pois bem, parece que as esposas de antigamente tinham muitas dúvidas sobre seu papel de dona-de-casa, já que esses guias pululavam pelo mundo. Em maio de 1955, a revista norte-americana Housekeeping Monthly publicou um artigo chamado “O guia da boa esposa”, que ditava o que a mulher deveria fazer para ser boa com seu marido e filhos. Ambos os guias apresentam muitas semelhanças, e aparentemente espelham o pensamento vigente na década de 1950.

Temos evidências disso pela leitura de artigos da época em revistas como Seleções do Reader’s Digest, ou por antigos seriados de TV, como “Papai Sabe-Tudo”. Ou mesmo por seriados modernos, como “Mad Men”.

De acordo com os críticos, Don Draper, o personagem principal  (acima), era o homem típico da sociedade americana de então – e sua esposa, a esposa-padrão, sempre arrumada e recebendo o marido com o jantar pronto.

Portanto, querida amiga, se você tem dúvidas sobre seu papel na vida a dois, os tópicos a seguir irão jogar uma luz nessas questões, e você poderá então ser a esposa perfeita que seu marido sempre sonhou!

  • Tenha o jantar sempre pronto. Planeje com antecedência. Esta é uma maneira de deixá-lo saber que se importa com ele e com sua necessidades.
  • A maioria dos homens está com fome quando chega em casa, e eles esperam por uma boa refeição (especialmente se for seu prato favorito).
  • Separe 15 minutos para descansar, assim você estará revigorada quando ele chegar. Retoque a maquiagem, ponha uma fita no cabelo e pareça animada.

  • Seja amável e interessante para ele. Seu dia foi chato e seu marido pode precisar que o anime e essa é uma das suas funções.
  • Coloque tudo em ordem. Dê uma volta pela casa antes do seu marido chegar. Junte os livros escolares, brinquedos, papéis, e em seguida, passe um pano sobre as mesas.

  • Durante os meses mais frios, você deve preparar e acender a lareira para ele relaxar. Seu marido vai sentir que chegou a um lugar de descanso e refúgio. Afinal, providenciando seu conforto, você terá satisfação pessoal.
  • Dedique alguns minutos para lavar as mãos e os rostos das crianças (se forem pequenas), pentear os cabelos e, se necessário, trocar de roupa. As crianças são tesouros e ele gostaria de vê-las assim.

     

  • Minimize os ruídos. Quando ele chegar, desligue a máquina de lavar, secadora ou o aspirador. Incentive as crianças a ficarem quietas.
  • Demonstre que está feliz em vê-lo. Receba-o com um sorriso caloroso, mostre desejo em agradá-lo. Ouça o que ele tem a dizer.

  • Você pode ter uma dúzia de coisas a dizer, mas quando ele chega em casa não é o momento. Deixe-o falar primeiro, pois lembre-se, os temas de conversa dele são mais importantes que os seus.
  •  Nunca reclame se ele chegar tarde, sair pra jantar ou se for a outros locais de entretenimento sem você. Em vez disso, tente compreender que ele vive em constante tensão e sofre muitas pressões no trabalho.
  • Seu objetivo: certificar-se de que sua casa é um lugar de paz, ordem e tranquilidade, onde seu marido pode se renovar em corpo e espírito.

  • Não o cumprimente com queixas e problemas.
  • Arrume o travesseiro e se ofereça para tirar os sapatos dele. Fale em voz baixa, suave e agradável.

  • Deixe-o confortável. Leve uma bebida fria ou quente para ele.
  • Não lhe faça perguntas sobre suas atitudes ou que questionem sua integridade. Lembre-se, ele é o dono da casa e, como tal, irá sempre exercer sua vontade com imparcialidade e veracidade. Você não tem o direito de questioná-lo.
  • Uma boa esposa sabe o seu lugar.

 

Atualidades, Curiosidades, Family

Mitos e verdades sobre a pílula do dia seguinte

Camisinha e anticoncepcional são dois dos métodos contraceptivos mais comuns — lembrando que o preservativo é indicado para evitar a transmissão de doenças. Mas se a camisinha estourou ou o anticoncepcional ficou esquecido na bolsa, uma opção para evitar uma gravidez indesejável pode ser a pílula do dia seguinte. Porém muitos mitos ainda cercam o medicamento, que é recomendado apenas em casos emergenciais.

Ao contrário do que muitos pensam, a pílula não substitui os métodos contraceptivos tradicionais. Para Dr. Renato de Oliveira, ginecologista responsável pela área de Reprodução Humana da Criogênesis, o medicamento deve ser utilizado com muita cautela.

– Ela deve ser ingerida apenas em situações de risco, como o estouro da camisinha ou em episódios de violência sexual, por exemplo. A informação e a prevenção ainda são as melhores maneiras de se evitar uma gravidez indesejada – ressalta.

Abaixo, o especialista responde algumas das questões mais recorrentes sobre o uso medicamento:

1. Há um momento correto para utilizar a pílula de contracepção emergencial?

Verdade. Apesar de poder utilizá-la nos primeiros cinco dias, recomenda-se o uso em até 72 horas após o ato sexual. Porém, quanto antes a pílula for tomada, maior a chance de sucesso. Estudos relatam que, nas primeiras 24 horas, por exemplo, a eficácia da pílula gira em torno de 90%.

2. A pílula do dia seguinte é abortiva.

Mito. Ela age antes da ocorrência da gravidez, portanto não aborta. Se a fecundação ainda não aconteceu, o medicamento vai dificultar o encontro do espermatozoide com o óvulo ou postergar a ovulação, caso esta ainda não tenha ocorrido. Se ocorrer gestação, sua tomada não causará danos para o embrião.

3. O medicamento causa efeitos colaterais.

Verdade. O uso da pílula do dia seguinte pode causar efeitos colaterais. Alterações no ciclo menstrual, diarreia, vômito, náuseas, dores de cabeça e no corpo, além de aumento de retenção de líquido.

4. É necessário receita médica para adquiri-la.

Mito. Nos postos de saúde, assim como nas farmácias, a receita não é exigida.

5. O uso da pílula do dia seguinte tem contraindicações.

Verdade. Mulheres com distúrbios metabólicos, principalmente insuficiência hepática, problemas hematológicos e vasculares, hipertensão ou obesidade mórbida devem evitar o medicamento.

6. Se uso anticoncepcional regularmente, preciso da pílula do dia seguinte.

Mito. Quem faz o uso correto da pílula tradicional, tomando-a da forma como foi prescrita pelo ginecologista, está protegida da gravidez.

7. A pílula do dia seguinte não substitui o uso de métodos contraceptivos convencionais.

Verdade. Trata-se de um método de emergência, quando não há outro método. Deve-se ressaltar, dentre os métodos contraceptivos, a recomendação de sempre usar preservativos (camisinha), por exemplo, pois também previne homens e mulheres de doenças sexualmente transmissíveis (DST).

 

 

Fonte:

revistadonna.clicrbs.com.br

Atualidades, Curiosidades, Family

Quais são os músculos mais fortes do corpo humano? E o mais fraco?

O corpo humano tem mais de 600 músculos –alguns mínimos, com poucos milímetros de extensão, outros milhões de vezes maiores, com cerca de meio metro. O tamanho dos músculos, no entanto, não é sinônimo de força.

Força, em termos musculares, “é a quantidade de potência determinada por um padrão específico de movimento em uma determinada velocidade. Assim, a força muscular é a força máxima –ou tensão– que pode ser gerada por um músculo ou por um grupo muscular contra uma resistência”, afirma a especialista em Medicina do Esporte, Cláudia Severo.

Veja os músculos mais fortes do corpo humano:

Glúteo máximo – o músculo das nádegas é considerado um dos mais fortes da estrutura humana por sustentar nosso corpo na posição ereta. Por ser composto por fibras de contração lenta, são resistentes à fadiga e suportam mais peso.

Sóleo e gastrocnêmios – os músculos da panturrilha, a chamada “batata da perna”, também entram na disputa, de acordo com alguns especialistas, associados ao glúteo. O conjunto de três músculos (sóleo, gastrocnêmio lateral e gastrocnêmio medial) é responsável pelos principais movimentos humanos.

Masseter – outro forte concorrente, o músculo da mandíbula, apesar de pequeno, é responsável por uma pressão muito grande (a maior já medida em um humano chegou a 422 quilos pelo período de dois segundos) devido ao braço menor de alavanca que apresenta em relação a outras estruturas musculares.

O mais fraco

Pálpebra superior – além de ser consensualmente o mais fraco dos músculos entre os especialistas, é um dos menores do corpo. Divide o espaço do globo ocular com outros seis músculos.

 

Fonte:

 

UOL Saúde

Atualidades, Curiosidades, Family, Humor

Motorista é flagrada dirigindo com árvore no carro

Os motoristas americanos andam meio doidões. Qual seria o motivo? Estresse? Muito hambúrguer? Donald Trump? O fato é que, nas últimas semanas, há notícias bizarras sobre o que esses motoristas, homens ou mulheres, jovens ou idosos, andam aprontando.

Eu mesmo publiquei recentemente, aqui e aqui, duas notícias sobre maluquices que nossos irmãos do norte realizaram. E agora, temos mais uma, veja só:

Policiais da pequena cidade de Roselle, em lllinois (bem lá nordeste dos Estados Unidos, quase no Canadá) flagraram uma mulher dirigindo um carro com uma árvore presa na parte da frente!

Sim, também pensei a mesma coisa: “Como essa árvore foi parar lá?”

Enfim, os policiais notaram esse, digamos, passageiro inusitado e foram atrás do carro, percebendo então que a motorista estava embriagada. Ela disse que estava dirigindo por algum tempo e “não se lembrava onde havia atingindo a árvore”. Só faltava ela pedir:  “Seu guarda, prende essa árvore porque ela não quer sair do meu caminho !!!”

Na rede social, os policiais destacaram a mensagem: não beba e dirija. Em abril, a mulher será julgada por direção perigosa, e o vídeo abaixo, feito a partir do carro da polícia, mostra o momento do flagrante.

 

Atualidades, Curiosidades, Family, Humor, Uncategorized

Uma mulher de NY faz placa de carro à mão

Hoje, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, temos uma notícia interessante: uma mulher em Nova York que decidiu colocar em prática seus talentos artísticos.

Mas as habilidades artísticas de Amanda Schweickert não foram suficientes para enganar a polícia. Ela foi pega com uma placa falsificada em seu veículo, e os policiais não tiveram muito trabalho em perceber a diferença.

Amanda lamentou ter feito sua placa de papelão, “senão eles nunca teriam percebido”.

Ela foi acusada de possuir um instrumento falsificado e de dirigir com a habilitação suspensa. A fiança para a soltura da motorista-artista foi estabelecida em US$ 400 (cerca de R$ 1.520). A placa artesanal foi apreendida e será usada como prova.

Uma coisa a moça teve a seu favor: pelo menos a placa falsa correspondia à placa verdadeira…

A polícia do condado de Erie fez ainda um post no Facebook para deixar claro que o uso de placas caseiras feitas de papelão como identificação NÃO está de acordo com a lei… Surpresa!

Erie County Sheriff’s Office

In case you are wondering, homemade cardboard license plates are NOT legal.