Os piores selfies da História, e os mais divertidos

Você sabe o que é um “selfie”? É uma palavra nova que inventaram para designar o bom e velho autorretrato, só que não. Selfie tem que ser tirado com uma câmera digital ou um celular, senão ele não é um selfie digno do nome… Talvez a imagem que tenha de fato difundido o termo “selfie” no mundo todo foi aquela famosa do Obama no funeral de Nelson Mandela e que, dizem as más línguas, causou um certo furor em casa mais tarde…

Pela cara da Michelle na foto acima, há grandes probabilidades de que o tempo tenha esquentado mesmo. Se o pobre Obama tivesse postado seu selfie no day after, talvez fosse assim:

O termo “selfie” ganhou até um verbete no dicionário Oxford, e passou a definir então “uma foto tirada de si mesmo com celulares para publicação em redes sociais”. Com a infinidade de aplicativos que surgiram, como o Instagram, Facetune, CamMe e muitos outros, que até têm disparo automático de fotos e correções de imperfeições na pele, os selfies viraram uma praga. Em sites brasileiros como Ego, nossas subcelebridades alimentam seu ego com fotos como essas:

(desculpem, mas não faço ideia quem é a moça)

Você pode tirar seu selfie em qualquer lugar, mas por alguma razão o banheiro é o local preferido. 11 entre 10 pessoas tiram as fotos em frente ao espelho:

Untitled-2

A praga se disseminou de tal maneira que já existe uma tentativa de criar um “manual de etiqueta’ para os selfies. Uma lista do que você NÃO deve fazer quando sentir vontade de esticar o braço e fazer aquele biquinho para a câmera. Veja algumas dicas para NÃO fazer um selfie:

Um selfie com as cinzas da avó – tudo bem, as pessoas sabem o quanto você gostava da nona, mas não pega bem. Isso vale também para um funeral, não importa o quanto você se produziu para ir ao velório.

2417BCEB00000578-0-Affront_The_smiling_sunbather_posted_Spending_time_with_my_nana_-m-3_1419542919197

Selfie com bichinhos – sim, animais são fofinhos e tudo, mas não precisam de fotos com os donos, não é? Basta uma foto dos próprios. Um selfie autorizado é aquele onde acontece alguma coisa inesperada, aí sim!

Selfie ao acordar – ahã, a gente acredita que você não levou uma hora se produzindo antes de tirar essa foto.

Bico de Pato – sério que ainda está nessa?

Num incêndio, use o celular pra chamar os bombeiros antes – parece uma coisa óbvia, mas o mundo está cheio de gente sem noção: “Olha, aquele prédio está pegando fogo! Que ótima oportunidade para fazer um selfie!”  .

E a dica mais básica de todas: se você não resiste e tem que fazer sua foto, procure pensar o selfie antes de clicar, e usar sua autocrítica – se tiver – para evitar fiascos épicos como estes:

Screen shot 2013-03-20 at 2.48.42 PM

fail-selfies6

cp-pix-422-break-editors-are-hacks-9

Epic Fail Selfies (12)

selfie mums

Maaasss… Sempre tem um “mas”, há selfies criativos e muito divertidos, mesmo que alguns tenham sido tirados sem querer ou usado outros recursos para criá-los. Isso confirma aquilo que eu sempre digo: ainda há esperança!

Tudo bem, as coisas podem ficar estranhas.

E, pra finalizar…

Você sabe o que é uma #hashtag?

Sempre achei curioso/engraçado o uso que as pessoas costumam fazer de hashtags... Pera aí, você não sabe o que é hashtag? Bem, até bem pouco tempo eu também não sabia, e achei um artigo interessante no Wixblog (http://pt.wix.com) que é bem esclarecedor, por isso compartilho com vocês!

Antigamente, o símbolo # (também chamado por nós de “jogo-da-velha”) era usado apenas em algumas situações especiais, como nas artes gráficas. Mas então veio oTwitter e transformou este símbolo mundano em uma sensação online. Hoje, se você está no Twitter, Instagram, Pinterest, Google+, YouTube ou Facebook, você simplesmente não tem como evitar a presença das #hashtags.

Para o iniciante nas redes sociais, as hashtags podem ser algo confuso e inútil à primeira vista. Mas se você entender o seu propósito e aprender a usá-las, as hashtags são uma ferramenta poderosa para ajudá-lo a envolver o seu público-alvo e aumentar o reconhecimento da sua marca.

O Que É Uma # Hashtag?

O hashtag é uma palavra-chave precedida pelo símbolo #, que as pessoas incluem em suas mensagens. Essencialmente, ela faz com que o conteúdo do seu post seja acessível a todas as pessoas com interesses semelhantes, mesmo que eles não sejam seus seguidores ou fãs. Por exemplo, digamos que você seja um fã da Apple e que você esteja pensando em comprar um iPhone 5. Ao pesquisar por “#iPhone5″ em qualquer rede social, o resultado irá mostrar os posts e fotos de todos os usuários que usaram “#iPhone5″ em suas mensagens. As hashtags aparecem como links clicáveis quando usadas em mensagens, bastando clicar sobre elas para ver todos os resultados relevantes.

hashtags

Como As Hashtags Ajudam A Promover Meu Negócio?

Assumindo que o seu perfil nas redes sociais seja público, usar hashtags faz com que as suas mensagens sejam visíveis para qualquer um que compartilhe de seu interesse. Isso faz com que os seus posts não fiquem mais limitados a apenas seus seguidores – o seu conteúdo será acessível a todos os interessados. Escolher a hashtag certa irá ampliar enormemente o alcance das suas mensagens para milhares de potenciais seguidores, fãs ou clientes.

hashtags

Criando Uma Hashtag Eficaz

Para criar uma hashtag, tudo o que você precisa fazer é juntar um # e uma palavra-chave relevante. Você pode inserir hashtags em qualquer lugar em suas mensagens: frente, meio ou fim. Algumas pessoas gostam de colocar as suas hashtags no meio dos posts, enquanto outros preferem inseri-las no final – o resultado é o mesmo, desde que suas hashtags sejam relevante.

As hashtags são poderosas quando usadas sabiamente. Nada afasta mais as pessoas do que um post confuso com e com hashtags em excesso ou muito longas, como #VejaSóOQueEuTomeiDeCaféDaManhã. Como regra geral, no Twitter não se usa mais do que uma ou duas, mas no Instagram dá pra usar 4 ou 5 hashtags sem problemas.

As Hashtags São Todas Iguais?

No formato sim, mas elas variam de acordo com o conteúdo e o seu uso. Costuma-se dividir as hashtags em 3 tipos básicos:

  • Hashtags de Conteúdo: Se você é totalmente novo no mundo das hashtags, em primeiro lugar considere usar hashtags que se relacionem diretamente com a sua marca, produto ou serviço. Hashtags de conteúdo irão expor a sua marca para muitos clientes em potencial, que antes não eram familiarizados com a sua marca. Se você possui uma confecção, usar hashtags como #camisetas ou #moda irá expor o seu negócio para pessoas que ainda não o conhecem.
  • Trending Hashtags: Outra ótima maneira de aumentar a visibilidade da sua marca é usar as hashtags existentes e que estão na moda (isso é, que estão “trending”). Mas antes de usar uma dessas hashtags, tenha certeza de que a sua mensagem realmente tem a ver com a conversa existente. Se não, seu post será ignorado e poderá até ser considerado spam. Se o seu post for informativo, engraçado ou viral, ele será compartilhado por outros usuários e isso irá ampliar o alcance da sua marca.
  • Hashtags Originais: Às vezes, o problema com o uso de hashtags genéricas ou populares é que seus posts podem se perder no meio de centenas de mensagens que estão usando as mesmas hashtags. Por isso, é uma boa ideia criar suas próprias hashtags, específicas para o seu negócio ou sua marca. Elas poderão ser usadas em campanhas específicas (para uma promoção especial) ou então como forma de fortalecer as suas campanhas de marketing regulares (usadas em todos os seus canais sociais, sempre que for relevante).