A Segunda Guerra Mundial em fotos poderosas

Foi o conflito  mais abrangente da história, com mais de 100 milhões de militares mobilizados. A guerra começou em 1939, com a invasão alemã à Polônia, e durou até 1945, quando duas bombas nucleares lançadas pelos americanos em Hiroshima e Nagasaki, no Japão, decretaram seu fim. 

A Segunda Guerra Mundial foi um dos eventos de maior importância na história da humanidade, definindo o mundo como hoje o conhecemos.

As fotos a seguir, da Getty Images, contam um pouco dessa história.

Hitler informando da invasão à Polônia, em 1939.
Parada militar alemã, celebrando a vitória na Polônia, em 1939.
Tropas alemãs em missão na Polônia, em 1939.
Jornaleiro londrino anunciando a eclosão da guerra, em 1939.
Manifestação anti-Hitler em Nova York, 1939.
Paris ocupada pelos alemães, em 1940.
A cantora Edith Piaf visitando um campo de prisioneiros de guerra.
Crianças inglesas, sob o bombardeio alemão em Londres.
Civis procuram abrigo no metrô londrino, em 1940.
Manifestação pró-Hitler em Berlim, 1941.
Avião de guerra alemão Heinkel He-111 em ataque às tropas inimigas, em 1941.
Navios americanos em chamas na base de Pearl Harbor, atacados pelo Japão em 1941.
Submarino alemão no círculo polar ártico, em 1942.
Marinha alemã celebra a noite de Natal a bordo de navio de guerra, em 1943
Soldado alemão se rende a soldado americano, em 1943.
Caça americano sofre acidente durante pouso em porta-aviões.
Escritor e correspondente de guerra Ernest Hemingway em meio às tropas americanas, em 1943
Marinha americana chega à baía de Tóquio, em 1945
Batalha de Okinawa, ao sul do Japão. Foi a maior batalha marítimo-terrestre-aérea da história, ocorrendo de abril a junho de 1945.
Famosa foto, que se tornou um símbolo da vitória americana contra o Japão, tirada logo depois da vitória sobre os japoneses na ilha de Iwo Jima.
Anúncios

Fotos interessantes… e suas histórias

Cada foto tem uma história. Curiosa, trágica, emocionante, muitas vezes inacreditável… Aqui estão algumas fotos que se tornaram memoráveis ao registrar momentos únicos.

Um soldado da Alemanha Oriental ignora ordens de não deixar ninguém passar e ajuda um menino que se encontrava no lado oposto, atravessando-o para se encontrar com a família. Em 1961.

Político filipino tira uma foto da família e captura, por acaso, a imagem do seu assassino. O homem foi preso depois. Em 1971.

918 pessoas pessoas cometeram suicídio por influência de Jim Jones, líder religioso nos Estados Unidos. Em 2001.

Garrincha cercado por 8 jogadores da defesa do México na Copa de 1962. Foi o jogo de estreia da seleção, que venceu o adversário por 2 X 0, gols de Pelé e Zagalo.

Arranhões na câmara de gás de Auschwitz.

A denúncia de que alguns parlamentares votavam por companheiros ausentes no Plenário foi constatada no momento que um deputado apertava, simultaneamente, dois botões do placar eletrônico. Em 1985.

O monge budista Thích Quảng Ðức, em 1963, ateou fogo em si mesmo como forma de protesto contra o governo católico de Ngo Dinh Diem no Vietnã do Sul, por perseguição religiosa.

Os homens de Lampião e sua companheira, Maria Bonita, mortos e decapitados pelo Exército em 1938. Suas cabeças foram expostas nas escadas que levavam até a entrada de uma igreja, no estado de Alagoas. Nessa foto cruel e histórica, a cabeça de Lampião é a última de baixo, e a de Maria Bonita está logo acima. No canto esquerdo superior, uma placa lista os nomes e indica a data em que eles foram mortos (Foto: Reprodução de ‘Ciclo do Cangaço: Memórias da Bahia’, de José Castro/Wikipedia)

Dois amigos de infância se encontram inesperadamente em lados opostos em uma manifestação, em 1972, na França. O da esquerda era um manifestante que reconheceu o amigo no policial que o confrontou. O fotógrafo estava cobrindo a situação com vários outros quando notou o que ocorria e bateu a foto por puro instinto.

Nagasaki, 20 minutos após o bombardeio atômico de 1945.

Fuzileiro no Vietnã corre com duas crianças para colocá-las a salvo no campo de batalha. Provavelmente tirada em 1968.

Um jovem Saddam Hussein brincando de apontar uma arma para sua esposa, que fofo… Não se sabe a data da foto.

ENIAC – Um dos primeiros computadores da história, em 1946.

Soldados britânicos parcialmente cegos aguardando atendimento médico após serem atingidos por gás alemão, na Primeira Guerra.

Este é o outro lado da foto icônica de Marilyn Monroe. Em 1954.

Sílvio Santos em seu programa dominical na TV Paulista (atual Rede Globo), fazendo a entrega de um Gordini zero quilômetro, sorteado pela Cestas de Natal Amaral na década de 60. Silvio era contratado para fazer entrega dos prêmios das Cestas, no caso deste Gordini foi para o senhor Mario Sposito, foto de arquivo de Rui Amaral Jr., e que foi divulgada também no site em homenagem aos 80 anos do Silvio.

George Bush é interrompido durante visita a escola para ser comunicado sobre os ataques em 11 de setembro de 2001.

Jovem negro sofrendo assédio moral, Estados Unidos, na década de 1960.

A jovem, glamourosa e vaidosa Claudia Ochoa Felix, de 27 anos, é considerada uma das mulheres mais perigosas do mundo. Comparada com a estrela americana Kim Kardashian, por causa das curvas, Claudia é apontada como sendo líder do ‘esquadrão da morte’ mais cruel do planeta, chamado Lox Ántrax. O grupo é responsável por centenas de assassinatos; eles são contratados pelo mortal cartel de drogas de Sinaloa, México.

 

 

 

 

O crédito desse material incrível é do blog O Buteco da Net (obutecodanet.ig.com.br).

 

Uma viagem pela medicina do passado… em fotos arrepiantes!

Medicina, derivada do latim ars medicina, significa a arte da cura.

O conceito de Medicina tradicional refere-se a práticas, abordagens e conhecimentos, incorporando conceitos materiais e mentais, técnicas manuais e exercícios, aplicados individualmente ou combinados, a indivíduos ou a coletividades, de maneira a tratar, diagnosticar e prevenir doenças, ou visando a manter o bem-estar.

Essa arte da cura evoluiu com o passar do tempo, mas eu penso que essas descobertas foram realizadas no passado mais ao acaso do que propriamente por meio de pesquisas. Claro, os cientistas sempre fizeram pesquisas, mas as tentativas e erros – e seus resultados muitas vezes infelizes – certamente ditaram as práticas médicas durante muito tempo.

Veja o caso de Hipócrates, por exemplo. Ele é considerado o pai da medicina e procurava detalhes nas doenças de seus pacientes para chegar a um diagnóstico, utilizando explicações sobrenaturais, devido à limitação do conhecimento da época (e não poderia ser de outro jeito, certo?). Ou Alexander Fleming, que descobriu a penicilina por acaso ao observar que as colônias de bactérias não cresciam próximo ao mofo de algumas placas de cultura.

Hoje em dia, certas práticas do passado parecem coisas absurdas, mas refletem o esforço dos médicos em descobrir as curas para seus pacientes. Eles faziam de tudo, como hoje, para salvar seus semelhantes, ou, pelo menos, aliviar sua dor…

Não sei o motivo, mas os médicos usavam essas máscaras durante a Peste Negra, na Europa. Os bicos continham substâncias perfumadas, para aliviar o cheiro dos corpos putrefatos que se espalhavam pelas ruas das cidades.

Crianças que sofriam de poliomelite, filhas de pais abastados, viviam nesses “pulmões de aço”, como eram chamados, antes do advento da vacina contra a polio. É um tipo de ventilador que permite a uma pessoas respirar em caso de paralisia dos músculos da respiração. Muitas crianças viveram por meses nessas máquinas, mas nem todas sobreviviam. A foto é de 1937, nos Estados Unidos.

Esse “remédio para mulheres”, muito comum no começo do século passado, era indicado para “purificar o sangue”, especialmente quando a mulher estivesse “naqueles dias”. Resolvia também constipação, a TPM, problemas no fígado e bronquite (segundo o fabricante). Era feito com um composto de 19 ervas não totalmente identificáveis, e por isso mesmo foi proibido pelo governo dos Estados Unidos, em 1905.

Antes da cirurgia plástica se desenvolver, os acidentes e defeitos no rosto eram disfarçados por esses itens. Quem assistiu o seriado “Boardwalk Empire”, da HBO, vai se lembrar de um personagem, ferido no rosto na Primeira Guerra Mundial, que usava um disfarce igual ao que vemos no meio da foto, indicado por uma discreta seta.

Esse era o kit que os cirurgiões no exército do Norte usavam durante a Guerra Civil americana. Poucos médicos tinham experiência em cirurgias, e na verdade, o que eles mais faziam eram amputar os membros…

O médico ortopedista americano Lewis Sayre criou esse método para tentar curar a escoliose. Ele suspendia o paciente até “corrigir” a curvatura da espinha e, a seguir, fazia um colete de gesso, imobilizando o corpo.

Era essa a roupa de proteção dos técnicos em radiologia, na França, durante a Primeira Guerra Mundial.

Foto de um dos primeiros “procedimentos cirúrgicos” em que usaram o éter como anestésico. Provavelmente em 1855, nos Estados Unidos, no período em que os brancos invadiram as terras indígenas e dizimaram seus habitantes.

A legenda explica que esse era um procedimento comum no final do século 19 e começo do século 20. No tratamento de problemas mentais, costumava-se dar o “tratamento da água”. Primeiro, o paciente recebia um laxante, para limpar tudo por dentro. Depois, tomavam banhos quentes ou frios, que poderiam durar horas ou dias. Para acalmá-los. Então, eram embrulhados em toalhas molhadas, porque supostamente o choque do corpo quente em contato com a toalha molhada com água fria teria um efeito relaxante. E ficavam assim, imobilizados,  por horas…

Essas foram lâminas usadas em cirurgias na China durante muitas décadas, de 1800 até por volta de 1920. Cada tipo de lâmina era projetado para um uso específico. Tinha lâmina para se operar varizes, para hemorroidas, etc etc…

Este aparelho, inventado em 1878 por um médico americano, Dr. Clarke, era destinado ao tratamento da escoliose. O Dr. Clarke era um concorrente do dr. Lewis Sayre, mencionado acima…

 

É um alívio saber que os tratamentos evoluíram tanto, não é mesmo? Mas… O que será que, no futuro, as pessoas dirão da medicina de hoje?

 

 

 

 

Astros e estrelas quando eram jovens

Já mostrei em um post alguns astros e estrelas internacionais que não estão convivendo bem com o passar do tempo (aqui). Agora, vou mostrar outros astros e estrelas quando eram mais jovens. Alguns eu diria que são quase irreconhecíveis, enquanto outros continuam praticamente a mesma coisa. Confira!

Ele tinha 22 anos quando a foto foi tirada, e estava prestando o serviço militar.

Ele tinha 22 anos quando a foto foi tirada, e estava prestando o serviço militar.

Anos depois, Sean Connery tornou-se um astro conhecido no mundo todo, especialmente pelo código 007.

Anos depois, Sean Connery tornou-se um astro conhecido no mundo todo, especialmente pelo código 007.

Com 16 anos, era o típico nerd... Ou, pelo menos, tinha cara de um.

Com 16 anos, era o típico nerd… Ou, pelo menos, tinha cara de um.

Quem diria que o George Clooney de franja na juventude se tornaria um poderoso ator e diretor em Hollywood, arrasando os corações da mulherada ao tomar um Nespresso e dizer: "What else?"

Quem diria que o George Clooney de franja na juventude se tornaria um poderoso ator e diretor em Hollywood, arrasando os corações da mulherada ao tomar um Nespresso e dizer: “What else?”

Já era uma gatinha aos 14 anos, e os óculos só acrescentavam charme.

Já era uma gatinha aos 14 anos, e os óculos só acrescentavam charme.

A gatinha se tornou um mulherão, e boa atriz. Charlize Theron já ganhou um Oscar, sabia?

A gatinha se tornou um mulherão, e boa atriz. Charlize Theron já ganhou um Oscar, sabia?

Aos 26 anos, ele tentava a carreira em Los Angeles como ator e modelo.

Aos 26 anos, ele tentava a carreira em Los Angeles como ator e modelo.

Só quando foi para a Itália, e estrelou os "spaguetti-westerns", tornou-se um astro. Clint Eastwood, hoje, é um dos atores e diretores mais respeitados do cinema.

Só quando foi para a Itália, e estrelou os “spaghetti-westerns”, tornou-se um astro. Clint Eastwood, hoje, é um dos atores e diretores mais respeitados do cinema.

Contemporâneo de Eastwood, aos 24 anos ele também seguia os passos do colega.

Contemporâneo de Eastwood, aos 24 anos ele também seguia os passos do colega.

 O sucesso veio para William Shatner quando ele desbravou o espaço, a fronteira final, comandando a nave estelar "Enterprise" no seriado para TV "Jornada nas Estrelas".

O sucesso veio para William Shatner quando ele desbravou o espaço, a fronteira final, comandando a nave estelar “Enterprise” no seriado para TV “Jornada nas Estrelas”.

Não sei se, aos 18 anos, ele tinha ideia de quem se tornaria. Mas que tinha cara de doidão, já tinha...

Não sei se, aos 18 anos, ele tinha ideia de quem se tornaria. Mas que tinha cara de doidão, já tinha…

O fato é que Steve Tyler se tornou líder e vocalista de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, Aerosmith... Como se não bastasse, ainda é o pai da linda Liv Tyler!

O fato é que Steven Tyler se tornou líder e vocalista de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, Aerosmith… Como se não bastasse, ainda é o pai da linda Liv Tyler!

Quem diria... Aos 18 anos, ele era gago e só conseguia se expressar melhor no palco da escola.

Quem diria… Aos 18 anos, ele era gago e só conseguia se expressar melhor no palco da escola.

Quando estrelou os mais populares filmes de ação, como "Duro de Matar", Bruce Willis já havia superado esse problema. Embora, nos filmes, ele precisasse se expressar mais na porrada, mesmo...

Quando estrelou os mais populares filmes de ação, como “Duro de Matar”, Bruce Willis já havia superado esse problema. Embora, nos filmes, ele precisasse se expressar mais na porrada, mesmo…

Aos 24 anos, ele já atuava regularmente nos palcos. Seu amor pelo teatro começou quando foi levado pelos pais para assistir uma encenação de "Peter Pan", quando tinha 3 anos de idade.

Aos 24 anos, ele já atuava regularmente nos palcos. Seu amor pelo teatro começou quando foi levado pelos pais para assistir uma encenação de “Peter Pan”, quando tinha 3 anos de idade.

Com uma carreira que cobre desde Shakespeare até filmes de ficção e fantasia no cinema, o multipremiado ator inglês Sir Ian McKellen tornou-se conhecido pelo grande público como o Gandalf dos filmes "O Senhor dos Anéis".

Com uma carreira que cobre desde Shakespeare até filmes de ficção e fantasia no cinema, o multipremiado ator inglês Sir Ian McKellen tornou-se conhecido pelo grande público como o Gandalf dos filmes “O Senhor dos Anéis”.

Ela, aos 25 anos, já atuava em peças de Shakespeare em Londres.

Ela, aos 25 anos, já atuava em peças de Shakespeare em Londres.

Hoje, depois de uma montanha de prêmios no teatro e no cinema, Helen Mirren continua bonita e mais classuda do que nunca.

Hoje, depois de uma montanha de prêmios no teatro e no cinema, Helen Mirren continua bonita e mais classuda do que nunca.

Astros e estrelas que estão envelhecendo mal

A idade chega e pesa pra todo mundo. Só que, pra alguns, ela pesa mais. Seja por questões genéticas, ou como resultado de uma vida do balacobaco, mesmo… O problema é que tem gente que reluta em aceitar isso e tenta, por todos os meios, adiar o inevitável.

Ou não dá a mínima e toca a vida na boa. Veja só alguns casos:

Era tão lindinha, essa Lindsay Lohan dos tempos dos filmes pra Disney…

Agora, aos 30 anos, o balacobaco acabou com ela, coitada.

Brendan Fraser era o bonitão da vez. Especialmente na época de “George, o Rei da Floresta”.

Aí, ele fez “A Múmia” e ficou com a cara de uma!

A Meg Ryan era a loirinha mais adorável do cinema. Fez par de muito sucesso com Tom Hanks, todo mundo a adorava.

Quando decidiu adiar as pelancas, meteu-se em cirurgias plásticas e botox e aquilo que era belo ficou na lembrança.

Macaulay Culkin foi esquecido em casa um dia, e aprontou todas, lembram-se dele?

Ele envelheceu, não sei se se esqueceram dele de novo, mas continuou aprontando todas. Deu nisso…

Mickey Rourke era o crush de todas as garotas, novas ou mais velhas, nos anos 1990. Quem não queria passar 9 semanas e meia de amor com ele?

Mas o maluco se encheu de drogas e álcool, largou a carreira pra virar lutador de boxe, teve a cara amassada e passou por um monte de consertos pra ficar apresentável de novo. Hoje, aparenta muito mais que os 63 anos que tem…

Aposto como você não vai adivinhar quem é esse fofucho.

Ele mesmo! O próprio Príncipe das Trevas, Ozzy Osbourne. Uma vida lotada de drogas deixou sua aparência – e seus miolos – bastante abalados.

Aposto como você não adivi… Não, esse é fácil!

O Axl Rose era megafamoso nos tempos dos Guns & Roses. Hoje, ele não tem um décimo daquela popularidade, mas ganhou dez vezes mais peso!

stars-who-are-aging-horribly7-869x1100

Outro bonitão dos velhos tempos. John Travolta tinha um belo cabelo, e nem usava brilhantina.

464324624-826x1100

Hoje, ele continua com um corte de cabelo legal, mas, sei lá… Está esquisito… Seria efeito da Cientologia?

Lembra quando esse menininho lindo assustou a todo mundo, ao dizer: "Eu vejo gente morta" ?

Lembra quando esse menininho assustou todo mundo ao dizer: “Eu vejo gente morta”….?

Pois o Haley Joel Osment continua assustando a gente, só que agora, de outra maneira…

A verdade por trás de fotos famosas e cartazes icônicos

Roberto Martínez, do jornal mexicano “El Universal”,  numa reportagem publicada em 2011, explica fatos curiosos que deram origem a algumas das fotos e pôsteres mais famosos do mundo. Por trás de uma foto, ou de um pôster, sempre há uma história que merece ser contada. Alguns deles se tornaram ícones da cultura mundial e, nessa reportagem, o jornalista conta essas histórias. Algumas delas eu resumi neste post, e também acrescentei outras informações. (O link da matéria original segue no final).

Almoço nas alturas

Essa talvez seja uma das fotos mais famosas de todos os tempos. Sempre chama a atenção, porque a maioria das pessoas pensa que é uma montagem. Por mais incrível que possa parecer, não é! Ela foi feita no 69º andar do antigo Edifício RCA em Nova York – hoje Edifício GE – em 1932 e os trabalhadores do prédio em construção tinham feito uma pausa para almoçar… O fotógrafo doidão que foi até lá no alto para fazer essa foto chamava-se Charles Ebbets.

I Want You

Lorde Kitchener era o Ministro da Guerra da Grã-Bretanha na I Guerra Mundial, e esse cartaz apareceu pela primeira vez em 5 de setembro de 1914, na porta do “London Opinion”. Durante esse mês, o país teve o maior número de voluntários de toda a guerra. A Comissão Parlamentar de Recrutamento obteve mais tarde permissão para utilizar o desenho em formato de pôster. Em 1916, Lord Kitchener morreu quando o navio de guerra que o levava para negociações na Rússia foi afundado por uma mina alemã. O dado curioso é que o cartaz se converteu em inspiração para o legendário Tio Sam.

Esse cartaz foi produzido por James Montgomery Flagg  e foi usado principalmente na Primeira e na Segunda Guerra Mundial. A ideia era mostrar que o país queria e precisava dos jovens no exército norte-americano e que esse chamado era uma honra para quem o atendesse. Para criar a aparência do Tio Sam, Flagg se baseou em seu próprio rosto. Outro dado curioso é o significado de U. S. no cartaz. O ilustrador pretendia que significasse United States (Estados Unidos), mas o significado de “Uncle Sam” (Tio Sam) veio de uma brincadeira dos soldados e pegou: havia um fornecedor do exército chamado Samuel Wilson e vinha a sigla U.S. gravada nas caixas de alimentos desse fornecedor. Os soldados associaram o US das caixas ao apelido que davam ao fornecedor – “Lá vem mais uma caixa de latas de conserva do Uncle Sam!”.  Não demorou para que essa brincadeira se estendesse ao cartaz e que Uncle Sam passasse a representar o próprio governo americano.
Albert Einstein

A famosa foto do cientista de língua para fora foi feita em 14 de março de 1951 pelo fotógrafo da UPI Arthur Sasse. Depois de um evento em Princeton em honra a Einstein, em comemoração ao seu aniversário de 72 anos, Sasse e outros fotógrafos tentaram convencer o cientista a sorrir para a câmera. Cansado por causa do evento, dizem que ele se recusou, reclamando que já haviam tirado fotos demais. Como as palavras não “acalmaram” os fotógrafos, a reação do cientista foi ainda mais forte. Ele pôs a língua para fora, como se estivesse dando uma banana aos precursores dos atuais paparazzos. A informação curiosa é que Einstein gostou tanto da foto que recortou a imagem de modo que mostrasse apenas seu rosto. Logo fez várias cópias e enviou a imagem em cartões postais aos seus amigos.

Keep Calm

Uma das imagens mais populares atualmente nas redes sociais é aquela do “Keep Calm”, aquela da coroa sobre fundo vermelho.

Ela é tão popular que sofreu inúmeras paródias e interpretações, que certamente você já deve ter visto. Como os exemplos abaixo:

  

Mas sempre tive curiosidade de saber a origem desse cartaz. Fui pesquisar e descobri que, na primavera de 1939, época em que a Inglaterra se juntou às tropas aliadas para enfrentar o exército alemão durante a Segunda Guerra Mundial, o governo inglês decidiu imprimir pôsteres para acalmar a população imersa em territórios tomados pelo conflito. A ideia era imprimir três cartazes que seguissem o mesmo padrão de design: duas cores, uma frase impressa em fonte elegante e um desenho da coroa do rei George VI, à frente do país na época. Três versões foram criadas, seguindo um planejamento que previa sua distribuição rapidamente.

Na primeira, as letras elegantes, a coroa e a frase eram: “Sua coragem, sua alegria e sua determinação vão nos trazer a vitória”.

Na segunda versão, o mesmo layout e a mensagem: “A liberdade está em perigo. Defenda-a com toda a sua força”.

Os dois primeiros pôsteres foram distribuídos em setembro do mesmo ano e rapidamente invadiram paredes e janelas de lojas e vagões de trem. A terceira versão, a de fundo vermelho reproduzida mais acima e que foi difundida nas redes sociais, não foi distribuída, apesar de impressa. Essa versão seria utilizada apenas em uma situação de crise (por exemplo, caso o país fosse invadido) e quer dizer “Mantenha-se calmo e siga em frente” (Keep calm and carry on). Como ocorreu a Invasão da Normandia, o pôster perdeu seu sentido original e acabou ficando esquecido.

Só em 2006 a dona de um sebo na Inglaterra encontrou uma cópia dele em meio a livros antigos e decidiu colocá-lo num quadro, pendurando-a na parede. Fez tanto sucesso que a dona da livraria fez diversas cópias do pôster e começou a vendê-lo. E foi assim que a frase ganhou o mundo.

O apelo dela se deve ao conselho que reproduz e que nunca envelhece:  mantenha-se calmo e siga em frente.

 
 
 
Fontes:
Revista Bula
Super Abril
Imperial War Museum
Wikipedia
 

Placas de banheiro muito criativas!

São criações surpreendentes, e em um local mais surpreendente ainda.

Os banheiros geralmente exibem aquelas placas de identificação padronizadas, determinando apenas se é masculino ou feminino, com o desenho genérico que você vê em locais públicos. Claro, nesses locais transitam pessoas de diferentes nacionalidades e culturas, até de formação, e a imagem que representa os gêneros tem que ser a mais facilmente identificável possível.

Mas existem donos de bares e restaurantes que decidiram inovar e encomendaram placas criativas – algumas até demais, porque o obrigam a pensar um pouco, e isso pode ser complicado quando se está apertado. Dê uma espiada:

placas-de-banheiro-criativas_1

placas-de-banheiro-criativas_2

placas-de-banheiro-criativas_3

placas-de-banheiro-criativas_5

placas-de-banheiro-criativas_6

placas-de-banheiro-criativas_7

placas-de-banheiro-criativas_8

placas-de-banheiro-criativas_10

placas-de-banheiro-criativas_12

placas-de-banheiro-criativas_16

placas-de-banheiro-criativas_18

placas-de-banheiro-criativas_23

placas-de-banheiro-criativas_25

placas-de-banheiro-criativas_31

placas-de-banheiro-criativas_35

 

 

Fonte:

rockntech.com.br