Atualidades, Curiosidades, Esportes, Family, Uncategorized

Ficar em forma acabou com o casamento

Angela Crickmore, britânica de 36 anos, contou ao “Daily Mail” que seu novo estilo de vida acabou com o casamento de 9 anos.

Ela se sentia cansada e era um grande esforço fazer caminhadas um pouco mais longas. Apesar de ser naturalmente magra da adolescência, ela engordou tanto ao longo dos últimos 20 anos que ficou desesperada e estava considerando fazer uma cirurgia para colocar um bypass gástrico.

Depois que o filho nasceu, Angela passou a ter uma vida sedentária, restrita a trabalhar, cozinhar e ficar sentada assistindo TV. “”Eu me sentia bonita, meu marido também me achava bonita, mas a pressão de fora, de amigos e familiares, me fez mudar de rumo”, explicou ela. “Eu tinha que fazer alguma coisa. Até então, nunca havia feito algo por mim”.

Em 2011, Angela mudou completamente sua rotina. Ela passou a comer com mais frequência alimentos como carne magra, abacate e nozes. Em pouco tempo, se sentiu motivada para fazer exercícios, mesmo com vergonha de ir à academia.

“Era capaz de comer qualquer coisa sem ganhar um quilo. Meu marido e meu filho de 9 anos não queriam compartilhar meus novos hábitos alimentares ou até mesmo participar dos meus passeios. Disse a ambos que eles teriam que cuidar de suas próprias refeições e parei de cozinhar para eles – foi mais como uma proteção a mim mesma, que não queria jogar pela janela todo o trabalho que eu tinha feito se voltasse aos antigos hábitos”, falou ela, que perdeu 35kg em oito meses, sem fazer tratamento com remédios ou nenhum tipo de cirurgia.

Angela passou a se sentir melhor, querendo acampar, fazer caminhadas, viajar, encontrar pessoas. Até parou de assistir TV. Foi então que as rachaduras no casamento começaram a aparecer. Porque as prioridades do casal passaram a ser muito diferentes.

Atualmente, Angela está solteiríssima e não se arrepende de ter reformulado sua vida para se tornar a pessoa que ela é hoje. A britânica voltou a estudar, se formou em nutrição esportiva e, agora, espera transformar sua perda de peso num exemplo, tornando-se uma preparadora física.

“Eu quero ajudar as pessoas. Isso me faz sentir bem”, finalizou ela.

Atualidades, Curiosidades, Family

Casais que envelheceram juntos

Particularmente, a instituição do casamento me parece complicada – aquela coisa de viver juntos, dividir os espaços… Sempre achei legal a ideia de cada um viver na sua casa e se encontrar de tempos em tempos (não sei se isso foi posto em prática por alguém e se deu certo). Mas que parece o melhor dos mundos, parece: não há aquela discussão de um enrolar o tubo da pasta dental de um jeito que o outro não gosta, ou de não levantar a tampa da bacia, ou de largar as roupas espalhadas ou comer o último pedaço do bolo…

Afinal, o tempo é implacável e Cronos sempre acaba cortando as asas de Cupido… Quando isso ocorre, o desgaste da relação é inevitável. Em outras palavras, a paixão avassaladora da juventude um dia acaba.

Mas acho incrível quando resta algo mais e um casal sobrevive a tudo isso e se mantém junto depois de muitos anos. Aparentemente, não importou muito se o ronco do marido atrapalhava o sono da mulher…

Nas fotos abaixo, apresento alguns casais cuja relação sobreviveu à implacabilidade do tempo – eu poderia postar a foto de alguns casais de amigos, mas para evitar ser injusto e me esquecer de alguém, decidi ser mais imparcial e homenagear, por meio destas imagens, aqueles que desafiaram Cronos.

Tom Hanks e Rita Wilson casaram-se em 1988.

  

Annette Bening e Warren Beatty, desde 1992.

  

Denzel Washington e Pauletta Pearson, casados desde 1983.

  

John Travolta e Kelly Preston, desde 1991.

  

Kurt Russell e Goldie Hawn, desde 1983. (Ela está com 67 anos e ainda pedaçuda. Ele,  com 62.)

   

Fred e Vilma, desde 1960!

E que continuem felizes por muitos anos mais!

Atualidades, Family, Humor

Carta à amante do marido

Cara sócia,
Há uns oito anos eu venho fingindo que não sei da sua existência. Claro, isso até agora foi bastante desagradável, mas ao mesmo tempo, muito conveniente pra mim.
Como você deve saber, meu marido sempre teve um excelente salário. Imagina, lógico que você sabe, afinal uma mulher bonita como você e com trinta anos só ficaria mesmo com um homem de cinquenta e sete anos desde os seus vinte e dois, por dinheiro.
Afinal, convenhamos, ele é careca, barrigudo, chato, lerdo e caso você não saiba, não toma banho todos os dias. Isso sem falar que ele ronca como um urso e sofre de bronquite asmática crônica, o que faz com que ele produza sons ensurdecedores, principalmente à noite.
É óbvio que quando nos casamos, tudo era bem diferente. Ele era esbelto, tinha uma cabeleira invejável, não roncava, a bronquite ainda não existia porque ele não fumava quatro maços de cigarros por dia. Peguei, portanto, o filé, você ficou com a muxiba.
Recentemente, encontrei uma carta sua no bolso do paletó dele, onde você dá um ultimato ao infeliz. Ou eu ou ela! (a ela sou eu).
Bem que eu tenho notado que o pobre coitado tem estado nervoso, ansioso e desesperado. Imagina, se uma peça de museu como ele vai querer perder essa mamata de desfilar por aí com uma mulher como você? Mas a boa notícia vem agora. Prepare-se, você vai se emocionar!
Eu resolvi facilitar as coisas para vocês. Hoje, pela manhã, pedi o divórcio. Aliás, não sei se você já sabe, agora no final da tarde ele me ligou desesperado contando que foi demitido. Coitadinho, não é mesmo? Há exatamente oito anos ele era presidente daquela multinacional. E você sabia que ele foi demitido por justa causa?
Menina nem te conto, aqui entre nós, meteu a mão no que não devia.
Bem, mas você deve estar se perguntando por que eu não estou tão desesperada quanto você está agora. É o seguinte, querida: algumas coisas bastante interessantes têm acontecido na minha vida nessas últimas semanas.
Primeiro, ganhei na mega-sena, sozinha, quarenta milhões! Estava acumulada.
Claro que quem foi receber esse dinheiro foi minha irmã, pessoa da minha mais alta confiança, para que o seu barrigudinho não tenha direito a um centavo sequer, e ele, obviamente, ainda não sabe disso. Mas não fique triste, nem tudo está perdido para vocês. Eu procurei me informar e descobri que você tem um empreguinho de secretária num escritório fajuto de advocacia, assim, poderá comprar o viagra de que ele tanto precisa.
Quanto a mim, cara sócia, já estou com um gatão de vinte oito anos que nunca viu um comprimido desses azuis, exatamente porque não precisa deles.
Ah…ouvi dizer que tem uma farmácia que está fazendo promoção, os remédios em geral estão bastante em conta, depois mando o endereço certinho pra você.
Cara sócia, quer dizer, ex-sócia, uma vez que não dividimos mais o mesmo… homem, desejo, de coração, que vocês sejam felizes e até dou minha mão à palmatória que o amor venceu, o seu. Afinal eu já não aguentava mais aquela praga vivendo ao meu lado, mas me acomodei por causa dos nossos filhos e, também, porque boa ou ruim tínhamos uma história de anos.
Caso você não saiba, eu tenho quarenta e oito anos e ainda dou um excelente caldo, haja vista que o meu gato tem vinte e oito e nem imagina que eu ganhei na mega-sena, portanto não está comigo por dinheiro.
Felicidades!
PS – Nunca esqueça de colocar gorro e meia no seu barrigudinho na hora de dormir. Ele cisma que assim tosse menos durante a noite. (Pura ilusão!)
(Pra quê o marido foi chegar mais cedo? Vida de amante é difícil…)