Um século atrás, crianças eram enviadas por correio

Carimbando e selando os pequenos, as famílias economizavam um montão em passagens Começou por uma questão prática. Até 1913, os correios dos EUA só mandavam cartas com um limite de 2 libras (907 g). Então, foi criado o serviço de encomendas postais, permitindo mandar pacotes de até 11 libras (4,98 kg). Os pais de umContinuar lendo “Um século atrás, crianças eram enviadas por correio”

Fotos geniais de objetos do cotidiano

Quando você mantém um olhar que enxerga além do óbvio, sem censura – como o das crianças – percebe que sua criatividade vai longe. Há quem consiga fazer isso como adultos, e as fotos abaixo, mostradas no site francês Daily Geek Show, comprova a afirmação. São objetos do cotidiano capturados sob ângulos inovadores e muitoContinuar lendo “Fotos geniais de objetos do cotidiano”

Quantas vezes você pode usar a mesma roupa de cama?

Não faz muito tempo, falei sobre um tema que sempre me deixou curioso, quantas vezes a gente pode usar a mesma toalha de banho. Foi aqui. Bem, continuando a série “tudo aquilo que você sempre quis perguntar, mas nunca teve a quem fazer isso”, hoje vou falar sobre as roupas de cama. Sabe a cobra,Continuar lendo “Quantas vezes você pode usar a mesma roupa de cama?”

Quantas vezes você pode usar a mesma toalha de banho?

Vou confessar uma coisa: sempre achei que toalha de banho não precisasse lavar, pois só as usamos depois do banho, quando estamos limpinhos… (hua, hua, hua! Brincadeirinha) Falando sério, essa dúvida sempre me ocorreu: quantas vezes a gente pode usar a mesma toalha de banho antes de lavá-la? Afinal, a gente costuma estender a toalha úmidaContinuar lendo “Quantas vezes você pode usar a mesma toalha de banho?”

O álbum dos mortos

Morte: (do latim mors), óbito (do latim obitu). A primeira definição científica de morte, a da ausência de circulação e respiração, não está totalmente errada. Estima-se que em 99% dos casos são as falhas no coração e no pulmão que encerram de vez a vida (só 1% dos casos tem origem na morte cerebral). É como a bateria de um notebook,Continuar lendo “O álbum dos mortos”

Onde as crianças dormem

Mais um livro belíssimo, “Where Children Sleep”, de James Mollison. O livro foi inspirado pelo próprio quarto do autor, e como esse quarto refletia o que ele era quando criança. Por isso, James fotografou crianças do mundo inteiro, e todas fora de seus quartos, de forma que ficassem bem claros os detalhes que inevitavelmente distinguem as pessoasContinuar lendo “Onde as crianças dormem”

Nova geração de músicos de rock!

Há poucos dias celebramos o Dia do Rock, e tenho assistido contente ao nascimento de uma nova geração de músicos e que têm escolhido o rock’n’roll e seu “pai”, o blues, para se expressar.  Claro que eles não chegaram a esse estágio que demonstram em seus vídeos de uma hora para outra. Aí tem horasContinuar lendo “Nova geração de músicos de rock!”

Criança sendo atacada por uma píton enquanto cinegrafista só assiste

“A arte existe para que a verdade não nos destrua.” (Nietzsche) Já faz algum tempo que a foto abaixo circula pelas redes sociais, gerando justificadas manifestações de repúdio: Afinal, que ser humano saudável poderia ficar insensível à foto de um menino sendo atacado por uma serpente enorme, e o cinegrafista continuar filmando? E quem fez a foto,Continuar lendo “Criança sendo atacada por uma píton enquanto cinegrafista só assiste”