O que a caminhada pode fazer por você

Já dizia Hipócrates: “Andar é o melhor remédio para um homem”. Eu iria mais além, porque caminhar – aliado a um bom sono e uma dieta saudável – pode ajudar a evitar vários problemas de saúde.

Você conhece algum exercício mais fácil de praticar do que a caminhada? Ela não exige habilidade, é uma atividade barata de se fazer, pode ser praticada a praticamente qualquer hora do dia, não tem restrição de idade e ainda pode ser feita dentro de casa, se a pessoa tiver uma esteira.

“Para uma pessoa que não pratica nenhum tipo de esporte, uma caminhada de 10 minutos por dia já provoca efeitos perceptíveis ao corpo, depois de apenas uma semana”, explica o fisiologista do esporte Paulo Correia, da Unifesp.

Além da melhora do condicionamento físico, as vantagens de caminhar para a saúde do corpo e da mente são muitas, e comprovadas pela ciência. Na pesquisa Life Insights: Health Report 2017, viu-se que 49,3% da população faz exercícios aeróbicos regularmente, 21,8% fazem exercícios de vez em quando e 26,8% não fazem exercícios físicos. Além disso, 59,2% dos participantes procuram andar a pé sempre que possível para ter uma vida mais saudável.

Entre as pessoas que já caminham ou fazem alguma outra atividade aeróbica, os principais motivos são: para envelhecer com mais saúde (78,2%), para se sentir mais disposto (76%) e para se manter em forma (66,5%). Nesse grupo, 53,3% se exercita sem academia e 46,7% frequenta a academia. E, claro, 9,6% dos participantes confessaram que pagam a academia, mas nunca vão. (eu nunca paguei, e nunca fui…. eh eh eh!)

Confira mais detalhes sobre os benefícios dessa atividade física:

1.Melhora a circulação

Um estudo feito pela USP, de Ribeirão Preto, provou que caminhar durante aproximadamente 40 minutos é capaz de reduzir a pressão arterial durante 24 horas após o término do exercício. Isso acontece porque, durante a prática, o fluxo de sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão.

Além disso, a caminhada faz com que a as válvulas do coração trabalhem mais, melhorando a circulação de hemoglobina e a oxigenação do corpo. “Com o maior bombeamento de sangue para o pulmão, o sangue fica mais rico em oxigênio. Somado a isso, a caminhada também faz as artérias, veias e vasos capilares se dilatarem, tornando o transporte de oxigênio mais eficiente às partes periféricas do organismo, como braços e pernas”, explica o fisiologista Paulo Correia.

2. Deixa o pulmão mais eficiente

O pulmão também é bastante beneficiado quando caminhamos. De acordo com Paulo Correia, as trocas gasosas que ocorrem nesse órgão passam a ser mais poderosas quando caminhamos com frequência. Isso faz com que uma quantidade maior de impurezas saia do pulmão, deixando-o mais livre de catarros e poeiras.

3. Combate a osteoporose

O impacto dos pés com o chão tem efeito benéfico aos ossos. A compressão dos ossos da perna, e a movimentação de todo o esqueleto durante uma caminhada, faz com que haja uma maior quantidade de estímulos elétricos em nossos ossos. Esse estímulo facilita a absorção de cálcio, deixando os ossos mais resistentes e menos propensos a sofrerem com a osteoporose.

“Na fase inicial da perda de massa óssea, a caminhada é uma boa maneira de fortalecer os ossos. Mesmo assim, quando o quadro já é de osteoporose, andar frequentemente pode diminuir o avanço da doença”, diz o fisiologista da Unifesp.

Durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando uma pessoa começa a praticar exercícios, ela automaticamente produz endorfina.

Depois de um tempo, é preciso praticar ainda mais exercícios para sentir o efeito benéfico do hormônio. “Quanto mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, o que te dá mais ânimo. Esse relaxamento também faz com que você esteja preparado para passar cada vez mais tempo caminhando”, explica Paulo Correia.

5. Aumenta a sensação de bem-estar

Uma breve caminhada em áreas verdes, como parques e jardins, pode melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Essex, no Reino Unido.

Comparando dados de 1,2 mil pessoas de diferentes idades, gêneros e status de saúde mental, os pesquisadores descobriram que aqueles que se envolviam em caminhadas ao ar livre e também, ciclismo, jardinagem, pesca, canoagem, equitação e agricultura, apresentavam efeitos positivos em relação ao humor e à autoestima, mesmo que essas atividades fossem praticadas por apenas alguns minutos diários.

6. Deixa o cérebro mais saudável

Caminhar diariamente é um ótimo exercício para deixar o corpo em forma, melhorar a saúde e retardar o envelhecimento. Entretanto, um novo estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostra que esse efeito antienvelhecimento do exercício pode ser possível também em relação ao cérebro, ao aumentar seus circuitos neurais e reduzir os riscos de problemas de memória e de atenção. “Os estímulos que recebemos quando caminhamos aumentam a nossa coordenação e fazem com que nosso cérebro seja capaz de responder a cada vez mais estímulos, sejam eles visuais, táteis, sonoros ou olfativos”, comenta Paulo Correia.

Outro estudo, feito pela Universidade de Pittsburgh, afirma que as pessoas que caminham em média 10 quilômetros por semana apresentam metade dos riscos de ter uma diminuição no volume cerebral. Isso pode ser um fator decisivo na prevenção de vários tipos de demência, inclusive a doença de Alzheimer, que mata lentamente as células cerebrais.

7. Diminui a sonolência

A caminhada durante o dia faz com que o nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes, como a adrenalina. Essa substância deixa o corpo mais disposto durante as horas subsequentes ao exercício. Somado a isso, a caminhada melhora a qualidade do sono de noite.

Como o corpo inteiro passa a gastar energia durante uma caminhada, o nosso organismo adormece mais rapidamente no final do dia. Por isso, poucas pessoas que caminham frequentemente têm insônia.

8. Mantém o peso em equilíbrio e emagrece

Esse talvez seja o benefício mais conhecido da caminhada. “É claro que caminhar emagrece. Se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas”, afirma Paulo Correia.

E o papel da caminhada na perda de peso não para por aí. Pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, mostraram que, mesmo horas depois do exercício, a pessoa continua a emagrecer devido à aceleração do metabolismo causada pelo aumento na circulação, respiração e atividade muscula

9. Controla a vontade de comer

Um estudo recente feito por pesquisadores da Universidade de Exeter, na Inglaterra, sugere que fazer caminhadas pode conter o vício pelo chocolate. Durante o estudo, foram avaliadas 25 pessoas que consumiam uma quantidade de pelo menos 100 gramas por dia de chocolate. Os chocólatras tiveram que renunciar ao consumo do doce e foram divididos em dois grupos, sendo que um deles faria uma caminhada diária.

Os pesquisadores perceberam que não comer o chocolate, juntamente com o estresse provocado pelo dia a dia, aumentava a vontade de consumir o doce. Mas, uma caminhada de 15 minutos em uma esteira proporcionava uma redução significativa da vontade pela guloseima.

“Além de ocupar o tempo com outra coisa que não seja a comida, a caminhada libera hormônios, como a endorfina, que relaxam e combatem o estresse, efeito que muitas pessoas buscam compensar compulsivamente na comida”, afirma Paulo Correia.

10. Protege contra derrames e infartos

Quem caminha regularmente mantém a saúde protegida das doenças cardiovasculares. Por ajudar a controlar a pressão sanguínea, caminhar é um fator de proteção contra derrames e infarto. “Os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução. Isso impede que as artérias parem de transportar sangue ou entupam”, diz Paulo

A caminhada também regula os níveis de colesterol no corpo. Ela age tanto na diminuição na produção de gorduras ruins ao organismo, que têm mais facilidade de se acumular nas paredes dos vasos sanguíneos e por isso causar derrames e infartos, como no aumento na produção de HDL, mais conhecido como colesterol bom.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:

bastanteinteressante.org

minhavida.com.br

10 Curiosidades sobre o corpo humano

A gente usa todos os dias essa máquina maravilhosa que é o nosso corpo e nem se dá conta de que, para sobreviver tantos anos como faz o ser humano, não temos asas, nem carapaças, nem venenos ou garras como os nossos companheiros de planeta. Mas há alguns aspectos muito interessantes que tornam essa máquina uma maravilha da evolução.

1. Nosso ácido estomacal é forte o suficiente para derreter zinco, mas pra nossa sorte as células que revestem o nosso estômago têm uma capacidade de regeneração e renovação tão grandes que o ácido não consegue provocar nenhum mal para nosso corpo.

2. Não ponha a língua para fora se quiser esconder sua identidade. Assim como as digitais, a nossa língua tem uma “digital lingual” diferente para cada ser humano.

3. Uma pessoa comum ingere 50 toneladas de alimentos e consome 50.000 litros de líquidos durante toda a sua vida.

4. Nosso olfato não é tão sensível como o dos cães, mas ainda assim consegue registrar cerca de 50.000 cheiros diferentes.

5. Seu animal de estimação não é o único na casa com problema de queda de pelos. Os humanos perdem 600 mil partículas de pele por hora. Isso resulta em cerca de 680 g por ano, por isso uma pessoa comum terá perdido cerca de 47 kg de pele até os 70 anos de idade.

6.  Seus rins ajudam a livrar o corpo das toxinas e, sem eles, morreríamos. A razão para isso é a capacidade de filtragem surpreendente dos rins. Cada rim contém um milhão de filtros. Isso significa que seu corpo tem dois milhões de filtros, que filtram 1,3 litros de sangue por minuto e expelem 1,4 litros de urina por dia! Sem essa filtragem de vital importância, nossos corpos se encheriam rapidamente com toxinas e ficaríamos doentes e bem perto da morte. É por isso que as pessoas com deficiências renais precisam de máquinas de diálise renal.

7. Um adulto tem menos ossos que um bebê. Começamos a vida com 350 ossos, mas como eles se fundem durante o crescimento, terminamos com apenas 206 quando adultos.

8. O ar do espirro humano pode viajar a uma velocidade de 160 km/h ou mais – outra boa razão para você cobrir seu nariz e boca quando espirrar, ou desviar a cabeça quando ouvir um espirro vindo em sua direção.

9. O sangue tem uma longa estrada para percorrer: estendidos de ponta a ponta, temos cerca de 96,5 mil km de vasos sanguíneos no corpo humano. E o operário padrão que é o coração bombeia cerca de 7.500 litros de sangue através dessas veias todos os dias.

10. Se você corta as unhas das mãos com mais frequência que a dos pés, isso é natural. As unhas que ficam mais expostas e são mais usadas geralmente crescem mais rápido. As unhas dos dedos das mãos crescem mais rápido na mão que você escreve e nos dedos mais longos. Em média, unhas crescem cerca de 2,5 mm por mês.

 

 

 

Fontes:
Editores da Publications International Ltd.  
"HowStuffWorks - 16 fatos curiosos sobre o corpo humano". 
 

Água, nós somos um Planeta Água

16568826_ccsbD

Parece que só assim o homem aprende… Fazendo besteira.

Vota no político errado e só depois percebe que é um inepto, ou corrupto, e fica reclamando e pedindo a cassação.

Deixa retalhar a Amazônia, interrompendo o fluxo da umidade para o sul/sudeste do país; destrói os mananciais, ocupa desordenadamente as represas e polui os rios; joga lixo onde não devia… E depois fica reclamando da “maior seca nos últimos 100 anos em Minas Gerais” ou “Da maior estiagem dos últimos 400 anos em São Paulo” e blá-blá-blá.

Precisou secar a água das torneiras – e das represas – para o homem deixar de varrer as folhas da calçada com o esguicho e fechar a torneira enquanto escova os dentes.

Mas será que as pessoas sabem da importância da água para a saúde? Que temos que beber dois litros de água por dia? Cito dez motivos abaixo, mas posso resumir a importância da água em nosso organismo numa frase: ela é vital, porque além de ajudar a regular a temperatura corporal, mantém a pele hidratada e previne doenças pulmonares e respiratórias.

Quer mais?

1 – Controla a pressão sanguínea

A água aumenta a atividade do sistema nervoso, responsável pela circulação nos vasos sanguíneos, prevenindo o acúmulo de sangue nas extremidades do corpo. Tal efeito é perceptível mesmo em pessoas jovens, que não apresentam problemas no sistema cardiovascular.

2 – Previne cãibras

As cãibras aparecem quando há um desequilíbrio na quantidade de água na musculatura, causando sua contração involuntária. Assim, beber água regularmente ajuda a manter o equilíbrio das células musculares.

3 – Protege o coração

Estudos indicam que beber água regularmente diminui as chances de ataque cardíaco. Isso acontece porque o sangue ficaria mais diluído, fluindo com maior facilidade pelos vasos sanguíneos.

4 – Melhora o funcionamento do intestino

A água auxilia na lubrificação das paredes intestinais e na movimentação do bolo fecal, evitando constipação e formação de gases.

5 – Limpa o organismo

O consumo de água é vital para o bom funcionamento do organismo, já que quando não nos hidratamos corretamente, retemos substâncias tóxicas e prejudiciais, abrindo o caminho para o surgimento de algumas doenças.

6 – Protege contra pedra nos rins

Quanto mais água bebermos, mais o nosso sangue circulará e ficará diluído, facilitando o trabalho dos rins na hora de excretar nutrientes que não são mais necessários em nosso organismo.

7 – Transporta nutrientes

Sem a água, o sangue fica mais denso e, consequentemente, menos capaz de transportar nutrientes, como vitaminas e minerais, para nossas células.

8 – Protege os olhos

Manter o organismo com níveis de água elevados protege os olhos contra ressecamento, inflamações e infecções.

9 – Facilita a absorção de vitaminas

Algumas vitaminas, como B e C são hidrossolúveis, ou seja, só são transportadas pelo organismo com a presença de água.

10 – Mantém a pele jovem

Um dos primeiros sinais da desidratação se dá na pele e nas mucosas. Além de deixar a pele hidratada e firme, beber água também favorece a excreção de toxinas, substâncias que prejudicam a pele.

 

Para encerrar, uma música que é um lembrete de que somos a Natureza. As águas que correm nos rios do planeta são como as veias dentro de nosso corpo.