A visita

Naquele tempo ainda se faziam visitas. Lembro-me de minha mãe mandando a gente caprichar no banho porque a família toda iria visitar algum conhecido. Íamos todos juntos, família grande, todo mundo a pé. Geralmente à noite. Ninguém avisava nada, o costume era chegar de repente mesmo. E os donos da casa recebiam alegres as visitas.Continuar lendo “A visita”