Cuidado com as perguntas que você faz!

Lição fundamental para advogados militantes:

Jamais faça uma pergunta sem ter certeza da resposta.


Inquirição em juízo de um policial pelo advogado de defesa do réu, que tentava abalar a sua credibilidade.

 
Advogado: Você viu meu cliente fugir da cena do crime?

 
Policial: Não, senhor. Mas eu o vi a algumas quadras do local do crime e o prendi como suspeito, pois ele se trajava conforme a descrição dada do criminoso.

 
Advogado: E quem forneceu a descrição do criminoso?

 
Policial: O policial que chegou primeiro ao local do crime.

 
Advogado: Um colega policial forneceu as características do suposto criminoso. Você confia nos seus colegas policiais?

 
Policial: Sim, senhor. Confio a minha vida.

 
Advogado: A sua vida? Então diga-nos se na sua delegacia tem um vestiário onde vocês trocam de roupa antes de sair para trabalhar.

 
Policial: Sim, senhor, temos um vestiário.

 
Advogado: E vocês trancam a porta com chave?

 
Policial: Sim, senhor, nós trancamos.

 
Advogado: E o seu armário, você também o tranca com cadeado?

 
Policial: Sim, senhor, eu tranco.

 
Advogado: Por que, então, policial, você tranca seu armário, se quem divide o vestiário com você são colegas a quem você confia sua vida?

 
Policial: É que nós estamos dividindo o prédio com o Tribunal de Justiça, e algumas vezes nós vemos advogados andando perto do vestiário…

 

Uma gargalhada geral da plateia obrigou o Juiz a suspender a sessão.

 

 

 

Anúncios

E-Mail Errado

Um homem foi viajar a negócios e, quando chegou ao destino e foi para seu quarto no hotel, viu que havia um computador com acesso à internet, então decidiu enviar um e-mail à mulher. Mas errou uma letra, sem se dar conta, e o enviou ao endereço de outra pessoa…

O e-mail foi recebido por uma viúva que acabara de chegar do enterro do marido e que, ao conferir seus e-mails, desmaiou instantaneamente. O filho, ao entrar em casa, encontrou sua mãe desmaiada perto do computador, onde se lia na tela:


Querida esposa

Cheguei bem. Provavelmente se surpreenda em receber notícias minhas por e-mail, mas agora tem computador aqui e pode-se enviar mensagens às pessoas queridas. Já me certifiquei de que está tudo preparado para quando você chegar na sexta que vem. Tenho muita vontade de te ver e espero que sua viagem seja tão tranquila como está sendo a minha.

PS: Não traga muita roupa, porque aqui faz um calor infernal.

 

COMO ERA TRATADO O ESTUPRO EM 1883

Sentença de um juiz porreta…

SENTENÇA JUDICIAL DATADA DE 1833 – PROVÍNCIA DE SERGIPE

PROVÍNCIA DE SERGIPE

O adjunto de promotor público, representando contra o cabra Manoel Duda, porque no dia 11 do mês de Nossa Senhora Sant’Ana quando a mulher do Xico Bento ia para a fonte, já perto dela, o supracitado cabra que estava de em uma moita de mato, sahiu della de supetão e fez proposta a dita mulher, por quem queria para coisa que não se pode trazer a lume, e como ella se recuzasse, o dito cabra abrafolou-se dela, deitou-a no chão, deixando as encomendas della de fora e ao Deus dará. Elle não conseguiu matrimonio porque ella gritou e veio em amparo della Nocreto Correia e Norberto Barbosa, que prenderam o cujo em flagrante. Dizem as leises que duas testemunhas que assistam a qualquer naufrágio do sucesso faz prova.
CONSIDERO:

QUE o cabra Manoel Duda agrediu a mulher de Xico Bento para conxambrar com ela e fazer chumbregâncias, coisas que só marido della competia conxambrar , porque casados pelo regime da Santa Igreja Cathólica Romana;

QUE o cabra Manoel Duda é um suplicante deboxado que nunca soube respeitar as famílias de suas vizinhas, tanto que quiz também fazer conxambranas com a Quitéria e Clarinha, moças donzellas;

QUE Manoel Duda é um sujeito perigoso e que não tiver uma cousa que atenue a perigança dele, amanhan está metendo medo até nos homens.

CONDENO:
O cabra Manoel Duda, pelo malifício que fez à mulher do Xico Bento, a ser CAPADO, capadura que deverá ser feita a MACETE. A execução desta peça deverá ser feita na cadeia desta Villa.

Nomeio carrasco o carcereiro.
Cumpra-se e apregue-se editais nos lugares públicos.

Manoel Fernandes dos Santos


Juiz de Direito da Vila de Porto da Folha Sergipe, 15 de Outubro de 1833.

 

Fonte: Instituto Histórico de Alagoas

 

 

MÁQUINA DE FAZER PIZZA

“Vai uma pizza automática aí?”

Os italianos inovaram e lançaram no mercado uma máquina automática de fazer pizza: basta colocar o dinheiro no local apropriado, escolher a cobertura e a pizza fica pronta em 3 minutos! E sem interferência humana no preparo.

Pelo que deu para ver, sai uma pizza de oito pedaços quentinha!

A máquina automática, criada por uma empresa italiana e em teste desde 2009, prepara a massa de farinha, a cobertura e assa a pizza. De longe, a máquina se parece com uma de refrigerantes ou café. A “Let’s Pizza” utiliza raios infravermelhos e uma tecnologia desenvolvida na Universidade de Bolonha pra transformar farinha e água em massa, cobri-la com molho de tomate e depois colocar uma das quatro opções de cobertura disponíveis – margherita, pepperoni, presunto e bacon com ou sem tomates -, e preparando tudo em menos de três minutos.

Todo o processo pode ser acompanhado pelos consumidores através de pequenas janelas contidas nas máquinas, o que atrai a curiosidade das pessoas.

Já existem máquinas dessas instaladas na Itália e na Inglaterra, em locais como aeroportos, universidades, hotéis, rodoviárias, estações de trem etc. E já estão entrando nos Estados Unidos e no Brasil…

Basta uma dessas e outra de refrigerante ao lado… AND MAKE MY DAY!