Por que problemas de flatulência são comuns a bordo de aviões?

 Se isto já aconteceu com você, não se envergonhe: problemas de flatulência durante os voos são comuns.

Por quê? Foi o que se perguntou o médico Jacob Rosenberg, que decidiu encontrar a explicação – o interesse dele pela flatulência a bordo começou durante uma viagem longa para a Nova Zelândia. Ao olhar para a própria barriga, percebeu que ela havia crescido visivelmente desde que entrou no avião. Foi ao abrir a mala e ver sua garrafa de água vazia que ele entendeu o que se passava.

A garrafinha havia se expandido quando a pressão na aeronave baixou durante o voo e logo se contraiu quando aterrissaram. O médico se deu conta de que os gases em seu estômago deveriam estar fazendo o mesmo. “Desde então, notei quanta flatulência se tem durante voos”, disse.

Isso levou o pesquisador, que é professor de uma universidade na Dinamarca, a se perguntar sobre as consequências científicas deste fenômeno, o que o fez buscar soluções para aplacar o problema.

Gás

Mesmo com os pés na terra, todos os seres humanos expulsam uma quantidade surpreendente de gases por dia. Cientistas estimam que uma pessoa emita em média dez flatulências a cada 24 horas – o equivalente a um litro de emanações. Estes gases são produto dos alimentos que não foram absorvidos pelo intestino e são fermentados por bactérias. A fermentação produz nitrogênio, dióxido de carbono e hidrogênio, além de outros componentes sulfúricos mais fedorentos.

O médico Jacob Rosenberg também desconstruiu uma série de mitos sobre o tema. Por exemplo, ao contrário do que sugere a cultura popular, um estudo realizado nos anos 90 mostra que homens não têm mais flatulência que as mulheres. A mesma pesquisa mostra que os gases de mulheres têm concentração maior de componentes sulfúricos, o que torna seu odor mais potente. (abrindo parênteses: fiquei imaginando o quanto esses pesquisadores sofreram para chegar a esses resultados, mas vamos em frente… Fecha parênteses).

Sucos de frutas, peixe e arroz são alguns dos alimentos mapeados para ajudar a reduzir a flatulência. Diferentemente do que muitos acreditam, os alimentos derivados do leite também reduzem os gases.

Inchaço

A flatulência pode causar inconvenientes durante os voos – especialmente para quem passa muito tempo em cabines pressurizadas. Segundo estatísticas da Associação Médica Aeroespacial, mais de 60% dos pilotos sentem inchaço abdominal, uma cifra bem maior do que a de trabalhadores de outros setores.

014654A razão tem a ver com a física básica: “A pressão cai e o ar tem mais espaço para se expandir”, diz Jacob Rosenberg. O médico estima que esse gás ocupe um volume 30% maior, o que explica a sensação de inchaço. Rosenberg não recomenda que se retenha estes gases. “Se você é jovem e saudável não tem problema, mas para idosos isso pode representar um esforço cardíaco perigoso”, adverte.

Perigo de explosão?

Por outro lado, liberar todos os gases também pode trazer riscos. Um estudo de 1969 advertiu para o perigo de explosão que a acumulação de flatulências produzidas por astronautas num foguete poderia gerar.

Até hoje, entretanto, nunca foi registrado um acidente por esta razão. Mesmo que nos aviões comerciais não haja risco de explosão, as companhias aéreas investem em medidas para aliviar o desconforto gerado por este problema. Rosenberg entrevistou diferentes companhias que usam filtros de carbono no ar-condicionado para absorver cheiros.

As empresas também procuram servir alimentos que contenham poucas fibras e muitos carboidratos – uma combinação que facilita a digestão. Ou seja, dá pra ser feliz, mesmo apertado num banco de avião!

 

Fonte:
BBC
Anúncios

Curiosidade e insônia fazem de brasileira a maior editora da Wikipedia em português

A edição em português da Wikipedia – enciclopédia virtual colaborativa – tem mais de 670 mil artigos publicados. Entre os milhares de colaboradores voluntários da enciclopédia, uma brasileira, em específico, se destaca por ter editado sozinha 223.935 mil registros entre alterações e criações de itens.

Conhecida na Wikipedia pelo apelido “Nice poa”, a gaúcha de 64 anos fez questão de não se identificar, por medo de represálias de um grupo majoritário de usuários da enciclopédia virtual. Segundo ela, essas pessoas, algumas vezes, afastam os colaboradores antigos — diversas decisões, como por exemplo, o de exclusão de certos artigos passam pela votação deles.

Quase como uma terapia, Nice alcançou essa marca de mais de 200 mil edições, basicamente, por ter insônia – passa diversas madrugadas fazendo ou arrumando artigos – ou por curiosidade. Tudo começou ao tentar ajudar o filho em um trabalho para a faculdade. Na ocasião, notou que vários resultados iam para a Wikipedia. “Fui olhar [o site], achei interessante, fiz a primeira edição [registrada] e, assim, foi indo”, disse. Qualquer usuário com acesso à internet pode criar ou editar artigos na Wikipedia.

Apesar de ser uma publicadora ávida na Wikipedia, Nice permanece praticamente no anonimato. Poucas pessoas sabem que ela faz esse tipo de trabalho: apenas alguns familiares e amigos. Mesmo assim, “eles não gostam que eu edite, pois acham que eu estou perdendo tempo e não ganho nada com isso.”.

Em entrevista por e-mail ao UOL Tecnologia, a colaboradora da Wikipedia Nice conta o que a motivou a iniciar a edição dos artigos, sobre gente que usa mal a Wikipedia e de como é realizar um trabalho acessado por todos e com pouco reconhecimento. Confira abaixo os principais trechos:

UOL Tecnologia – Desde quando você edita artigos na Wikipedia?

Nice – Como registrada, edito na Wikipedia desde abril de 2006, mas antes editei algumas vezes como IP [sem cadastro formal. O IP – endereço que permite o acesso à internet – da pessoa fica registrado].

UOL Tecnologia – Como faz para se tornar um editor da Wikipedia?

Nice – Qualquer pessoa pode editar na wiki (e foi assim que comecei). Os wikipedistas mais antigos e os administradores estão sempre conferindo as edições de IPs e de novos usuários para verificar se não estão cometendo vandalismo ou fazendo autopromoção. Mas como há muitos colaboradores novos a cada dia que passa, nem sempre é possível ver tudo. E muita coisa indevida permanece meses, e até anos, até que por acaso alguém percebe, reverte a edição, ou a elimina.

UOL Tecnologia – O que a motivou a começar a editar na Wikipedia?

Nice – O que me motivou foi a curiosidade. Um dia estava ajudando meu filho a fazer o trabalho de conclusão da faculdade, pesquisando na internet. E o que mais aparecia eram artigos da Wikipedia. Fui olhar, achei interessante, fiz a primeira edição, e assim foi indo.

UOL Tecnologia – Dê alguns exemplos de artigos que você já criou na Wikipedia. E quais você mais gosta?

Nice – Gosto muito de cinema e criei incontáveis artigos sobre filmes e atores. Já criei centenas de artigos de filmes brasileiros e de outros países. Alguns exemplos: o da atriz Bárbara Paz (criado em 2006) e o filme “Asa Branca – Um Sonho Brasileiro”. Mas também já fiz artigos sobre gêneros cinematográficos, aquários pelo mundo, contos de fadas e biografias de artistas plásticos.

Não tenho como dizer um ou dois artigos melhores, porque escrevi muitos artigos, e nem lembro mais quais eu acho os melhores. A página que contém a lista com os artigos criados por mim nem abre até o fim.

UOL Tecnologia – Com que frequência você acessa a Wikipédia para editar?

Nice – Acesso a Wikipédia quase todos os dias, sempre que tenho tempo livre e, especialmente, durante a madrugada, pois tenho insônia. Mas quando viajo, nem olho para o computador e muito menos para a Wikipedia.

UOL Tecnologia – As pessoas que você conhece têm ideia que você é uma das principais editoras da Wikipedia em português? O que elas acham disso?

Nice – Não são muitas as pessoas que sabem que eu edito na Wiki, além do marido, filhos e alguns amigos. Meu marido e meus filhos não gostam que eu edite, pois acham que eu estou perdendo tempo e não ganho nada com isso.

UOL Tecnologia – Você já foi reconhecida alguma vez ou o fato de você utilizar um nickname (apelido) faz com que você passe despercebida?

Nice – Acho que nunca fui reconhecida por ninguém, apesar de que meu nickname é o meu apelido mesmo na vida real. E eu também não fico falando muito sobre isso.

UOL Tecnologia – Como é prestar um serviço para todas as pessoas que falam português no mundo e ser quase anônima?

Nice – Nem sei se este serviço merece reconhecimento. Na verdade, não espero reconhecimento de ninguém. Ou talvez, esperasse reconhecimento pela dedicação apenas de meus companheiros da wiki. Mas o ambiente da wiki é bastante competitivo, às vezes beira o bullying por parte de alguns colaboradores.

O fato é que há um grupo de usuários que mudou as regras na Wikipedia e, por serem muitos, conseguiram afastar vários colaboradores antigos – alguns até que começaram antes de mim. Quando o assédio desse tipo de usuário aumenta, eu me afasto e volto após um tempo.

UOL Tecnologia – Existem muitas pessoas que usam a Wikipedia para fazer propaganda?

Nice – Tem gente que edita na Wiki desinteressadamente e há outras pessoas que usam por interesse pessoal (para colocar o currículo) ou corporativo (para promover a empresa em que trabalha ou presta serviço).

Muitos acabam entendendo qual é a função da Wiki e se tornando colaboradores dedicados. Políticos (ou alguém a mando deles) também editam muito, escrevendo suas biografias e dando destaque aos seus feitos –especialmente quando as eleições estão próximas.

(do UOL Tecnologia)

O túnel da morte

túnel de Lefortovo é um túnel inaugurado em 2003 em Moscou com 2,2 km,  o que o transforma no quarto maior túnel urbano da Europa. Mais extensos que ele são o túnel João 23 em Roma (2,9 km), o túnel do porto de Dublin (4,5 km) e o Sdra Inken em Estocolmo (também com 4,5 km).

O Lefortovo corre sob o rio Yauza e a água vaza em alguns pontos. Quando a temperatura cai durante o forte inverno russo, chegando a vários graus abaixo de zero (-38º C em 2005) , a  superfície da rodovia pode congelar, tornando-a bastante escorregadia. Por esse motivo, dá-se a ele o nome de túnel da morte, por causa da alta taxa de acidentes.

O vídeo abaixo é uma compilação de diversos acidentes ocorridos que foram filmados pelas câmeras de segurança e podemos notar que os moscovitas percorrem o túnel em alta velocidade – mesmo sabendo dos riscos!