Momento cultural

Os Três Reis Magos:
. O árabe Baltazar: trazia incenso, significando a divindade do Menino Jesus.
. O indiano Belchior: trazia ouro, significando a sua realeza.
. O etíope Gaspar:    trazia mirra, significando a sua humanidade.

As Sete Maravilhas do Mundo Antigo:
1 – As Pirâmides do Egito
2 – As Muralhas e os Jardins Suspensos da Babilônia
3 – O Mausoléu de Helicarnasso
4 – A Estátua de Zeus
5 – O Templo de Diana
6 – O Colosso de Rodes
7 – O Farol de Alexandria

Os Sete Pecados Capitais

Eles só foram enumerados no século VI, pelo papa Gregório Magno (540-604), tomando como referência as cartas de São Paulo.
. Gula
. Avareza
. Soberba
. Luxúria
. Preguiça
. Ira
. Inveja

As Sete Virtudes
para combater os pecados capitais…
. Temperança   (gula)
. Generosidade  (avareza)
. Humildade   (soberba)
. Castidade   (luxúria)
. Disciplina   (preguiça)
. Paciência   (ira)
. Caridade   (inveja)

As Sete Cores do Arco-Íris:
Na mitologia grega, Íris era a mensageira da deusa Juno. Como descia do céu num facho de luz e vestia um xale de sete cores, deu origem à palavra arco-íris. A divindade deu origem também ao termo íris, do olho.
. Vermelho
. Laranja
. Amarelo
. Verde
. Azul
. Anil
. Violeta

Os Doze Meses do Ano:
– Janeiro:    homenagem ao Deus Janus, protetor dos lares;
– Fevereiro:    mês do festival de Februália (purificação dos pecados), em Roma;
– Março:    em homenagem a Marte, deus guerreiro;
– Abril:    derivado do latim Aperire (o que abre). Possível referência à primavera no Hemisfério Norte;
– Maio:   acredita-se que se origine de Maia, deusa do crescimento das plantas;
– Junho:   mês que homenageia Juno, protetora das mulheres;
– Julho:    No primeiro calendário romano, de 10 meses, era chamado de quintilis (5º mês). Foi rebatizado por Júlio César;
– Agosto:    Inicialmente nomeado de Sextilis (6º mês), mudou em homenagem a César Augusto ;
– Setembro:   era o sétimo mês. Vem do latim septem;
– Outubro:   Na contagem dos romanos, era o oitavo mês;
– Novembro:    Vem do latim novem (nove);
– Dezembro:   era o décimo mês.

As Datas de Casamento:
1 ano – Bodas de Algodão
2 anos – Bodas de Papel
3 anos – Bodas de Trigo ou Couro
4 anos – Bodas de Flores e Frutas ou Cera
5 anos – Bodas de Madeira ou Ferro
10 anos – Bodas de Estanho ou Zinco
15 anos – Bodas de Cristal
20 anos – Bodas de Porcelana
25 anos – Bodas de Prata
30 anos – Bodas de Pérola
35 anos – Bodas de Coral
40 anos – Bodas de Rubi ou Esmeralda
45 anos – Bodas de Platina ou Safira
50 anos – Bodas de Ouro
55 anos – Bodas de Ametista
60 anos – Bodas de Diamante ou Jade
65 anos – Bodas de Ferro ou Safira
70 anos – Bodas de Vinho
75 anos – Bodas de Brilhante ou Alabastre
80 anos – Bodas de Nogueira ou Carvalho

 

Você Sabia ?

1 – Durante a Guerra de Secessão nos Estados Unidos, quando as tropas voltavam para o quartel após uma batalha sem nenhuma baixa, escreviam numa placa imensa: “0 Killed ” ( zero mortos ). Daí surgiu a expressão “O.K.”. Para indicar que tudo está bem.

2 -Cada rei no baralho representa um grande Rei/Imperador da história:

. Espadas: Rei David (Israel)
. Paus: Alexandre Magno (Grécia/Macedônia)
. Copas: Carlos Magno (França)
. Ouros: Júlio César (Roma)

3 – Quando os conquistadores ingleses chegaram à Austrália, se assustaram ao ver uns estranhos animais que davam saltos incríveis. Imediatamente chamaram um nativo(os aborígenes australianos eram extremamente pacíficos) e perguntaram qual o nome do bicho. O índio sempre repetia “Kan Ghu Ru”e, portanto eles o adaptaram ao inglês, “kangaroo” (canguru).
Depois, os linguistas determinaram osignificado, que era muito claro: os indígenas queriam dizer: “Não te entendo”.

4 – Existe uma rua no Rio de Janeiro, no bairro de São Cristóvão, chamada “PEDRO IVO”. Quando um grupo de estudantes foi tentar descobrir quem foi esse tal de Pedro Ivo, descobriram que, na verdade, a rua homenageava D.Pedro I, que quando foi rei de Portugal, foi aclamado como “Pedro IV” (quarto). Pois bem, algum dos funcionários da Prefeitura, ao pensar que o nome da rua fora grafado errado, colocou um“O” no final do nome. O erro permanece até hoje. Acredite se quiser...

Anúncios

O Sucesso Consiste Em Não Fazer Inimigos

(Max Gehringer)

Nas relações humanas, no trabalho, existem apenas 3 regras básicas:

Regra número 1. Colegas passam, mas inimigos são para sempre. A chance de uma pessoa se lembrar de um favor que você fez a ela vai diminuindo à taxa de 20% ao ano. Cinco anos depois, o favor será esquecido. Não adianta mais cobrar. Mas a chance de alguém se lembrar de uma desfeita se mantém estável, não importa quanto tempo passe. Exemplo: se você estendeu a mão para cumprimentar alguém em 1997 e a pessoa ignorou sua mão estendida, você ainda se lembra disso em 2007.

Regra número 2. A importância de um favor diminui com o tempo, enquanto a importância de uma desfeita aumenta. Favor é como um investimento de curto prazo. Desfeita é como um empréstimo de longo prazo. Um dia, ele será cobrado, e com juros.

Regra número 3. Um colega não é um amigo. Colega é aquela pessoa que, durante algum tempo, parece um amigo. Muitas vezes, até parece o melhor amigo. Mas isso só dura até um dos dois mudar de emprego. Amigo é aquela pessoa que liga ou envia um e-mail para perguntar se você está precisando de alguma coisa. Ex-colega que parecia amigo é aquela pessoa que você liga para pedir alguma coisa, e ela manda dizer que, no momento, não pode atender. Durante sua carreira, uma pessoa normal terá a impressão de que fez um milhão de amigos e apenas meia dúzia de inimigos. Estatisticamente, isso parece ótimo. Mas, não é. A “Lei da Perversidade Profissional” diz que, no futuro, quando você precisar de ajuda, é provável que quem mais lhe poderá ajudar será exatamente um daqueles poucos inimigos.

Portanto, profissionalmente falando, e pensando em longo prazo, o sucesso consiste, principalmente, em evitar fazer inimigos. Porque, por uma infeliz coincidência biológica, os poucos inimigos são exatamente aqueles que têm boa memória!