A verdade sobre o IPTU!

Sua casa, vista por você…

Sua casa, vista pelo comprador…

Sua casa, vista pelo banco…

Sua casa vista pela prefeitura, ao calcular o IPTU…

Anúncios

A Arte de Desperdiçar seu Tempo

Muitas pessoas se acostumam a fazer apenas o que é urgente, independente da importância da atividade. Stephen Covey apresenta, no seu conhecido livro “Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”, uma matriz de gerenciamento do tempo.

Matriz de Gerenciamento do Tempo

time-management-matrix2

No primeiro quadrante, estão os “incêndios” que devem ser atacados imediatamente, sob pena de causar grandes estragos.

O tempo livre é preenchido prioritariamente no terceiro quadrante com a participação em reuniões genéricas, telefonemas, checagem dos e-mails e a resposta imediata dos novos e-mails.  Se sobrar algum tempo, ele é dedicado às atividades do quarto quadrante.

Assim, de forma inconsciente, ocorre a procrastinação das importantes atividades do segundo quadrante. Como elas não são realizadas, um dia se tornarão urgentes. Poderão virar novos incêndios e só então serão atacados.

Como quebrar esta maldição?

Em primeiro lugar, devem ser definidas metas pessoais e profissionais claras. Deste modo, será possível avaliar a importância das atividades. O próximo passo é mais difícil, deve-se aprender a dizer não para atividades que não são importantes. Por exemplo, não precisamos participar de todas as reuniões a que somos convidados.

Para concluir, a autodisciplina é fundamental! Sem isto, poderemos regredir para a situação anterior.

Se este modo de agir for adotado, pode-se passar a ter uma postura próativa ao invés de reativa, passando a controlar o tempo com maior eficácia.

Que tal?


O MISTÉRIO DOS NÚMEROS

Os números que escrevemos são formados por algarismos (1, 2, 3, 4, etc) chamados de algarismos arábicos, para distinguí-los dos algarismos romanos (I; II; III; IV; etc.).

Os árabes popularizaram esses algarismos, mas sua origem remonta aos tempos dos mercadores fenícios, que os utilizavam para contar e para fazer a contabilidade comercial.

Você já se perguntou alguma vez por que 1 é “um”, 2 é “dois”, 3 é “três…?
Qual a lógica que existe nos algarismos arábicos?

Fácil, muito fácil…!

É a quantidade de ângulos no algarismo.

Veja como eram escritos os algarismos na sua forma primitiva e constate!…

E o mais interessante de todos…